Integração Temporal em Campina Grande: até que demorou, mas…

Por Ônibus Paraibanos / Josivandro Avelar
Fotos JC Barboza / Thiago Martins de Souza

O sistema de Integração Temporal em Campina Grande começou a funcionar no sábado. A ideia é manter o estímulo ao uso do cartão eletrônico – que na cidade se chama Vale Mais – e oferecer uma opção a mais para a Integração.

A única vantagem sobre a capital paraibana é o tempo: 1 hora contra os 30 minutos (fora o tempo que o ônibus chega ao Terminal e nunca se sabe qual) de João Pessoa. Tal como na capital paraibana, ônibus da mesma linha não se integram entre si.

A lógica em princípio, para quem está na capital paraibana ou em qualquer outro lugar, é essa: a integração eletrônica é um terminal de integração no seu bolso. O que não parece se aplicar em Campina Grande.

Sim, a Integração Temporal alterou a lógica de funcionamento do Terminal de Integração de Campina Grande. Se antes você descia de um ônibus dentro do terminal e embarcava em outro sem passar por catraca nenhuma, imagine então entrar dentro da Integração, descer pela porta traseira – que tem catraca – e ainda embarcar pela porta dianteira, passando o cartão? Sim, é isso mesmo que você leu.

Lógico que os passageiros ficaram muito confusos. E não é para menos; qual seria, então, a funcionalidade do terminal? Nunca é demais lembrar que não faz muito tempo que o sindicato das empresas teve a sugestão de se cobrar passagem lá dentro, o que a Prefeitura de Campina Grande não aceitou. Depois disso, foi a vez da proibição da dupla função, a qual até agora eles não sabem o que fazer até aqui. Iria ser a discussão do aumento da passagem. Não rolou. E agora, essa.

A STTP diz que não estabelecerá o limite de uma hora dentro do Terminal de Integração, mas como isso vai ser controlado, só Deus sabe. Que o diga alguns relatos de falhas da Integração Temporal na capital paraibana, imagine o constrangimento de ser cobrado dentro do Terminal de Integração, sim, isso pode acontecer.

É desse modo que as empresas de ônibus estão estimulando os passageiros a aderirem de vez ao cartão eletrônico. Em João Pessoa, partiram pro aumento, mas com desconto no Passe Legal, para essa mesma finalidade.

E por ora, o Terminal de Integração de João Pessoa continua funcionando como sempre funcionou. Isso se até lá não tiverem essa ideia maluca.

One Reply to “Integração Temporal em Campina Grande: até que demorou, mas…”

  1. Jesyka da Silva Bezerra disse:

    Essa ideia é ridícula, quem vai controlar o tempo de cada um no terminal, isso fora o tempo de percurso dos ônibus até a integração, além do fato de muitas vezes passarmos mais de 1 hora esperando ônibus. Minha linha de ônibus (910), por exemplo, a noite só passa a cada 1 hora e meia, ou seja, espera de mais de 1 hora, que dizer que vou pagar novamente, ou vão colocar mais ônibus na frota? duvido muito!!!
    O que Campina Grande precisa é de passe livre para estudantes, ônibus de qualidade, segurança nos percursos, nada disso nós temos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.