Sitrans espera melhora do sistema de transporte com implantação do Cartão Temporal

Por Paraíba online
Imagens Thiago Martins de Souza

O empresário e um dos diretores do Sindicato das Empresas de Passageiros de Campina Grande (Sitrans), Adalberto Nascimento, explicou sobre o Cartão Temporal e citou que o usuário de transporte público pode pagar uma passagem em um ônibus e pegar outro ônibus sem pagar outra passagem.

Ele declarou que o usuário terá uma hora para ter acesso à gratuidade em outro ônibus de outra linha com deslocamento diferente do seu destino.

Adalberto disse que se caso uma hora não seja suficiente para a integração temporal, o Sitrans vai reavaliar junto aos órgãos responsáveis.

O empresário também destacou que o usuário pode recarregar o cartão com o valor que quiser e que a adesão é gratuita.

– Do ponto de vista empresarial, estamos tentando melhorar o sistema de transporte. Quanto mais o sistema estiver eficiente, é bom para a população e é bom para as empresas – disse.

STTP sobre Cartão Temporal: “Campina não pode ficar de fora dessa inovação”

O superintendente da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Campina Grande (STTP), Félix Neto, comentou sobre a implantação do Cartão Temporal na cidade e citou que esse mecanismo existe com sucesso em outros municípios.

Félix frisou que o cartão está sendo cada vez mais utilizado no transporte público das cidades do país, tornando cada vez mais recorrente o uso de recursos tecnológicos disponíveis nos ônibus.

– Esse sistema funciona muito bem em Fortaleza, em João Pessoa… E Campina Grande não pode ficar de fora dessa inovação – disse.

Sitrans explica como funcionará Integração Temporal em Campina Grande

O representante do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Sitrans), Alberto Nascimento, explicou como funcionará o sistema de Integração Temporal nos transportes coletivos de Campina Grande.

O usuário, segundo Alberto, terá um tempo estimado após passar o cartão na primeira viagem para o segundo embarque.

– O usuário de transporte com o cartão vai passar a primeira vez no ônibus e vai pagar a passagem. A segunda vez que ele usar o ônibus será gratuito, que é exatamente a integração. A integração é aquele deslocamento que a pessoa sai de casa e vai até o seu destino final. Se estiver no Catolé e quiser voltar para o Catolé na mesma linha não é possível integrar porque está fazendo o retorno da sua viagem para o destino de casa, mas qualquer outra linha que pegar terá uma hora até fazer a segunda integração – esclareceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.