Empresa deixa clientes sem viagens de fim de ano na rodoviária de Campinas

Por G1
Imagens Divulgação / JC Barboza

Passageiros tinham bilhetes para os estados do Rio Grande do Norte e Bahia. ANTT informou que Via Energya só tem autorização para operar uma linha em São Paulo, e que ela foi paralisada em setembro deste ano.

Passageiros de Campinas (SP) com viagens marcadas para os estados do Rio Grande do Norte e Bahia descobriram nesta segunda-feira (17) que a empresa que vendeu as passagens se desligou do terminal rodoviário e não tem ônibus para os destinos. Segundo os clientes, os bilhetes foram comprados há mais de um mês.

De acordo com a Agência Nacional de Transportes Terrestres, a Via Energya só tem autorização para operar uma linha no estado de São Paulo (Natal-RN/Santos-SP), que foi paralisada em setembro deste ano.

À EPTV, o dono da empresa alegou, por telefone, que o problema não tinha relação com a Via Energya, e que um funcionários terceirizado teria vendido passagens de outra empresa no guichê da viação. Depois, ele não atendeu mais às ligações.

No guichê da empresa dentro do terminal não havia nenhum funcionário, mas cartazes com destinos para cidades do Nordeste, Goiás e Minas Gerais.

Em vídeo registrado por passageiros, é possível ver dezenas de clientes com malas à espera dos ônibus. Um dos grupos havia programado a viagem há nove meses.

guiche

“É uma falta de respeito porque a gente precisa viajar, precisa ver a família, faz tempo que tá programado a viagem. Aí chega uma hora dessa e ninguém da satisfação pra gente”, lamentou o passageiro

2 Replies to “Empresa deixa clientes sem viagens de fim de ano na rodoviária de Campinas”

  1. Tadeu disse:

    Esse é o problema de se viajar nas pequenas que vivem de linhas sob liminar.

  2. vjx89 disse:

    Via Energya desde semana passada que não opera mais a linha Campina Grande – Mossoró (que era feita de forma “informal”, já que só tinham permissão de fazer Campina-Caicó e esticavam a viagem até mossoró.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.