Ônibus Paraibanos

A Semob-JP no Espaço do Leitor

Por Mário Tourinho
Imagem Divulgação

São muitos os leitores do Correio da Paraíba que se utilizam do “Espaço do Leitor” (página A6) daquele jornal para sugerir algumas ações da Semob-JP, obviamente relativas à questão da mobilidade urbana. Ora se reportam às faixas de pedestres, ora aos semáforos, ora à (re)pintura da sinalização vertical etc. etc. etc..

Só na edição da sexta feira, 28 de setembro, foram dois os leitores referindo-se à Semob-JP: um (Anderson de Souza) que reclamou de carroças na avenida Tancredo Neves e os consequentes riscos de acidentes; outro (aliás, outra, Evelyn Medeiros) alude-se ao cruzamento da avenida Maximiano Figueiredo com a Marechal Deodoro, apontando que “a travessia para os pedestres é perigosa, faltando câmera de fiscalização ou presença de agentes de trânsito”.

Atento a estas observações publicadas no Correio, Fábio Gonçalves, como pessoa preocupada com a mobilidade urbana da cidade e também na condição de passageiro do transporte coletivo, questionou-nos: “ A Semob-JP leva em conta as sugestões ou reclamações publicadas pela imprensa?!”.

Respondemos afirmativamente, inclusive porque sabemos que a respectiva assessoria de imprensa, logo a cada amanhecer, leva à mesa do superintendente o noticiário e observações publicadas por cada veículo de comunicação. E é também Fábio Gonçalves que lembra – e pessoalmente temos conhecimento – do “gargalo” que é o cruzamento da avenida João Teixeira de Carvalho com a João Ovídio Gouveia, merecendo que a Semob-JP realize estudo quanto a necessidade de um semáforo. E fez juntar uma foto desse cruzamento, que está aqui sendo mostrada..

Realmente esse cruzamento a que se refere Fábio Gonçalves corresponde mesmo a um sério gargalo no trânsito, especialmente para o setor de transporte coletivo, vez que há ônibus pelas duas mãos da avenida João Teixeira de Carvalho; há ônibus saindo da João Ovídio para, à esquerda (pra dirigir-se à Epitácio Pessoa), pegar a João Teixeira de Carvalho; há ônibus também saindo do outro lado da João Ovídio para, inversamente ao caso anterior, à esquerda (para dirigir-se à FUNAD) pegar a João Teixeira de Carvalho! Realmente ali se estabelecem todos os dias muitos sérios gargalos, que merecem estudo pela Semob-JP.  E que a Semob-JP utilize os mesmos espaços do jornal Correio (e de outros veículos de comunicação) para as respostas/esclarecimentos a respeito (e em respeito aos leitores do “Espaço do Leitor”).

(*) Mário Tourinho é administrador, pós-graduado em planejamento operativo e já exerceu as funções de diretor institucional do SINTUR-JP. Também já ocupou a presidência do CRA-PB e de diretor do Conselho Federal de Administração. Atualmente preside a APCA (Academia Paraibana de Ciência da Administração).

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.