Ônibus Paraibanos

Diesel S-10: Conheça os benefícios desse novo combustível no transporte coletivo público

Por Fábio Santos
Imagem 612 Comunicação

WhatsApp Image 2018-07-02 at 18.52.30

Nos últimos anos, os motores de ciclo diesel têm apresentado excelentes inovações. O objetivo é proporcionar uma maior economia de combustível e provocar menos poluição no meio ambiente. Desde janeiro de 2013, o diesel S-10 entrou em cena e mostrou ser um grande avanço tecnológico.

A fórmula do diesel tem sido alterada para produzir um combustível cada vez mais limpo.

Exemplo disso é a evolução do diesel S-1800, S-500, S-50 e S-10. Esse último é o tipo mais avançado e trabalha junto com as tecnologias Selective Catalytic Reduction (SCR ou redução catalítica seletiva — Arla 32) e Exhaust Gas Recirculation (EGR ou recirculação de gases do escapamento).

Diesel S-10. Afinal, por que esse nome?

Atualmente, são comercializados apenas o diesel S-10 e o S-500. De acordo com o artigo 4 da resolução № 65 da Agência Nacional de Petróleo (ANP), o diesel S-50 e S-1800 não estão mais disponíveis desde janeiro de 2013 e janeiro de 2014, respectivamente.

A descrição do combustível varia de acordo com o teor de enxofre. (O S na tabela periódica significa enxofre). O S-10 possui um teor máximo de enxofre de 10 ppm. Simplificando: existem 10 miligramas de enxofre para cada 1 quilo do líquido. O S-500 possui teor máximo de 500 ppm.

✓ Menos poluição ambiental

As novas características desse combustível reduzem a quantidade do óxido de nitrogênio em até 98% e de óxido de enxofre e de outros materiais particulados em até 80%. Essas partículas são formadas quando ocorre a queima do produto na câmara de combustão. Essas substâncias poluem a atmosfera, contribuem para a chuva ácida e podem causar problemas para a saúde, como doenças respiratórias.

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.