As numerações “dublês” da Reunidas

Por Ônibus Paraibanos – Josivandro Avelar
Fotos Fábio Gonçalves / Thiago Martins de Souza

img-20180505-wa0145990069313.jpg

A transferência da linha 601-Bessa para a Reunidas deixou evidente a duplicidade de numerações da Reunidas. As unidades que até então pertenciam à Transnacional foram renumeradas para a sequência 08111 até 08117. Mas essas numerações não são de ônibus de Cabedelo? Sim, e elas ainda estão rodando com essas mesmas numerações. Entenda melhor porque isso acontece.

Isso porque das duas numerações, só uma é válida para o DER. Para que você compreenda melhor, resumimos toda essa questão da identidade nesta matéria.

Antecedente: a compra da Roger pela Reunidas

Em 2003, o Grupo A.Cândido, através da Reunidas, adquiriu a Roger, que até então operava as linhas de Cabedelo, bem como herdou seu cadastro no DER, 51XXX. Num primeiro momento, durante a transição entre as empresas, algumas unidades chegaram a rodar com a numeração original na Roger. Porém ao mesmo tempo, a Reunidas trouxe seus primeiros zeros para Cabedelo já numerados como se fossem de João Pessoa. Eram os Urbanuss Pluss 0887, 0888, 0889 e 08110. Porém no DER, esses ônibus foram cadastrados como 5187, 5188, 5189 e 51110. Isso porque o cadastro 08XX já tem dono no DER: é a Viação São José, de Campina Grande.

O crescimento da municipal influía na intermunicipal

Ainda assim, a Reunidas, por controle interno, manteve a prática de numerar seus ônibus com dois prefixos: o usado na frota municipal e o cadastrado no DER. Mas isso gerava um problema: a cada vez que a Reunidas ganhava uma linha municipal ou aumentava outra, a frota municipal crescia e a intermunicipal era renumerada para prefixos mais altos. A primeira renumeração aconteceu em 2008, quando a empresa assumiu a linha 513-Tambaú/Bessa da Transnacional. Antes disso, a frota de Cabedelo começava na numeração 0891, indo até 08129. Depois da incorporação da 513, passou a começar em 0896, indo até 08135.

Em 2011, o prefixo 0896 passou para a frota municipal, e a frota passou a começar em 0897, indo até 08135. Veio 2012, e a extinção do Sistema Opcional fez com que as linhas 600 e A600 passassem a rodar com ônibus convencionais. Mais carros na Reunidas, mais um empurrão: a frota de Cabedelo começava em 08106 e ia até 08138, posteriormente 08142.

Com mais linhas sofrendo aumento de frota, em 2015 é a vez das numerações 08107, 08108 e 08109 serem trazidas para a frota municipal de João Pessoa. Porém estas ganharam carros zero quilômetro. Já o carro 08110, um Viale que até então rodava em Cabedelo, passou para a frota municipal. É até aqui o único caso de unidade transferida de Cabedelo para João Pessoa sem troca de numeração. A frota de Cabedelo começava em 08111 e ia agora até 08147.

Consórcio Metropolitano: agora, só vale um

Em 2017, a cassação da Metro leva à criação do Consórcio Metropolitano, onde as empresas SIM, Santa Maria, e principalmente a Reunidas, se unem para operar as linhas de Bayeux. Como elas já possuem cadastro no DER, foi possível intercambiar os ônibus que já rodavam nas linhas que já tinham.

A Santa Rita trouxe ônibus dentro da própria frota, e nas aquisições seguintes, aumentou a numeração, que antes ia até 50.31 (apesar de haver 50.42 e 50.43 não contando os opcionais), até 50.38 (já ininterruptamente). A Santa Maria estendeu a numeração inicialmente até 5318 – hoje vai até 5321, sendo os três últimos veículos da frota operantes no Conde, com os carros de Bayeux dentro da sequência numérica.

Mas aí a Reunidas trouxe, além dos carros de Cabedelo, os carros 08107, 08108 e 08109, da frota de João Pessoa. Os cadastrou como 51107, 51108 e 51109. Até porque é assim que os ônibus iriam aparecer no GPS – o empregado em Bayeux é o CittaMobi -, e é desse modo que aparece no documento de vistoria do DER.

E quando todo mundo achava que estava tudo resolvido, eis que não: com o Viale 08110 ainda rodando na frota municipal e com três carros a menos na mesma, eis que a Reunidas repõe essas unidades na renovação de 2017. E eram justamente com as numerações 08107, 08108 e 08109, hoje titulares da linha 5210-Mangabeira/Epitácio-Cristo. Resultado: esses foram os primeiros dublês da Reunidas, visto que as unidades de Bayeux permaneceram com essas numerações.

img-20180408-wa0005133892588.jpg

A partir da mesma renovação de 2017, a Reunidas passou a adquirir seus ônibus apenas com a numeração do DER; os primeiros com a nova regra foram os carros 51124 e 51125. Na renovação de 2018, mais 10 carros também apenas com a numeração 511XX. E com a frota de Bayeux deixando margem para transferências para Cabedelo, foi isso que aconteceu.

5 unidades que rodavam em Bayeux foram transferidas para Cabedelo: 08132, 08140 (devolvidas) e… 08107, 08108 e 08109! Sim, as três unidades foram para a cidade portuária. E rodando na Epitácio, simultaneamente com a 5210 que possui as unidades já numeradas como tais.

E agora, com a transferência da 601-Bessa para a Reunidas, os dublês subiram de 7 para 10, com a numeração das unidades da Unitrans de 08111 até 08117.

Só uma numeração é válida

Aí você deve estar se perguntando: porque isso acontece? Simples: a frota metropolitana da Reunidas é cadastrada no DER, o órgão que regula o transporte intermunicipal na Paraíba. Como o número 08 já é de outra empresa, os ônibus da Reunidas são cadastrados com a numeração herdada da Roger, 51XXX.

Isso quer dizer que os carros 08107 até 08117 são documentados como 51107 até 51117, sendo a numeração 08XXX nesses ônibus apenas figurativa. É tanto que no documento de vistoria dos veículos essas unidades constam com a numeração 511XX, bem como nos aplicativos de GPS (CittaMobi para Bayeux, JampaBus para Cabedelo).

IMG_3718

Com a Reunidas no Consórcio Metropolitano, as unidades zero quilômetro adquiridas à partir da renovação de 2017 circulam somente com a numeração do DER. Ainda assim, a Reunidas remanejou unidades da Unitrans e as renumerou com os dois padrões de numeração, porém lembrando, somente o 51XXX é válido.

A ideia é resolver isso nas próximas renovações, até lembrando que as unidades dublês são justamente as emplacadas em Natal, que por lógica são baixadas mais cedo. Na eventualidade de uma nova renovação com ônibus zero quilômetro, a numeração já pode, caso a empresa não tampe os buracos na numeração, estender a sequência numérica.

Atualmente o número mais alto da frota metropolitana da Reunidas é 51148. Se renumerados ou substituídos sem o preenchimento dos buracos de numeração, a frota metropolitana da Reunidas iria até 51158.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.