Cuidado com “fakenews”: cobras nos ônibus é notícia falsa!

Por Mário Tourinho
Imagem JC Barboza

IMG_0768

A imprensa eminentemente profissional, que prima, portanto, com a veracidade dos fatos publicados ou sobre os quais opina, tem destacado significativos espaços para despertar nos cidadãos a prudência (cuidado mesmo) em relação à notícia falsa, mais conhecida na língua inglesa e que, nesta, corresponde a “fakenews”.

“Infelizmente neste mundo tem gente pra tudo”. Tem gente, portanto, para criar e espalhar notícias falsas ou, como outros preferem chamar, notícias mentirosas. E esta indignidade, que aos de virtude provoca indignação, não é só cometida como “brincadeira de mau gosto”, não! Comete-se-a com o propósito, também, de intranquilizar e amedrontar outras pessoas, a exemplo da falsa notícia que recentemente voltou às redes sociais e na qual consta uma foto mostrando uma cobra no assento de um ônibus. E, com essa foto, uma mensagem como que fosse de alguém realmente preocupado com a proteção a outras pessoas, dizendo“Fiquem atentos ao pegar os ônibus! Verifiquem os acentos antes de sentar! A garagem onde os ônibus são guardados durante a noite estão cheias de cobras!”.

Uma notícia falsa como essa e em que nela consta uma foto de uma cobra no acento de um ônibus, obviamente vai induzir as pessoas pensarem que tal esteja acontecendo em sua cidade, isto porque estas pessoas nem vão preocupar-se em observar que o “designer” do banco desse ônibus nem corresponde ao tipo de banco dos ônibus por elas utilizados. Uma notícia falsa, assim, é maldade humana mesmo!

Pois, bem! Esta foto recente, espalhada agora em redes sociais utilizadas por muitos pessoenses que viajam no dia a dia no transporte coletivo local, esta foto – repetimos – É a mesmíssima QUE circulou em setembro de 2015 lá por cidades ao redor de Salvador/BA. E, naquele tempo, teve até um “blog” baiano que fez um sensacionalismo daqueles na tentativa de macular a imagem do setor de transporte coletivo urbano!

É preciso que todos estejamos bem atentos à chamada “fakenews” e cuidemos de “separar o joio do trigo”, isto como proteção à nossa consciência cidadã e como repulsa aos que falseiam as notícias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
A nova linha Marcopolo G8 Paradiso DD Rota Transportes com soluções Marcopolo BioSafe Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 06/2021 O novo Apache Vip Os raros El Buss da Gontijo Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa