Prefeitura regulamenta leis sobre transporte urbano em Juiz de Fora

De G1 MG
Imagens André Luiz Gomes de Souza / Valter Silva

d716f69f44fbf528b1e777377d2ecb50

A Prefeitura de Juiz de Fora publicou no último sabado (24) três decretos regulamentando pontos referentes ao transporte urbano. Um deles determina a informação de itinerário nos ônibus e os outros dois falam sobre a informação de número para denúncia de irregularidades na traseira dos veículos e a permissão para motoristas e cobradores usarem bermudas em serviço.

Atualmente, a frota do transporte coletivo da cidade conta com 603 carros, onde trabalham 1.649 motoristas e 1.538 cobradores, de acordo com dados repassados pela Secretaria de Transporte e Trânsito.

Decretos

Todas as leis entraram em vigor no sábado, data da publicação dos decretos. À Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra), o G1 questionou sobre o fato de o usuário ter que arcar com os custos destas leis.

Via assessoria, a reposta foi que “não há chance, pois não consta na planilha de cálculo tarifário do município”. Com relação à fiscalização da implantação, a mesma caberá à secretaria. O usuário pode fazer denúncias pelo telefone (32) 3690-8218 ou e-mail [email protected]

A reportagem também procurou o Consórcios Integrados de Transporte Urbano (Cinturb) e o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Município de Juiz de Fora (Sinttro), que comentaram o assunto.

Informação do itinerário

e77f0a91df44604bcb8ef6adb13bfefe

O decreto 13.205, regulamentou uma lei de 1987, que determina a afixação de uma placa na parte externa dos veículos, próximo à porta de entrada, informando as principais vias de circulação que compõem o itinerário simplificado dos veículos.

Após duas regulamentações em 1990 e em 2007, o decreto atual determina as regras para material e o tamanho que a placa deve ter, além da cor, tamanho e letra a serem utilizadas. As Concessionárias do serviço terão prazo de 60 dias para o cumprimento das normas.

Conforme a norma, a Settra deve estabelecer as vias de circulação que farão parte do itinerário informado, sempre no sentido Centro-Bairro.

De acordo com a assessoria da Secretaria, as placas foram retiradas para adequação ao novo padrão de layout e a Settra vai encaminhar novamente às Concessionárias para que o itinerário possa ser reinserido. Segundo a Secretaria, os custos competem às empresas, mas serão baixos porque elas já têm as placas de itinerário e irão gastar com adesivação.

A Settra destacou que as placas ampliam a informação do transporte coletivo para o cidadão, além da possibilidade do acompanhamento dos veículos em tempo real pelo aplicativo CittaMobi e pelos mapas das linhas instalados em pontos de ônibus.

A assessoria do Cinturb esclareceu que todas as mudanças entram no processo de manutenção dos veículos, não há um custo geral. As empresas vão cumprir as normas determinadas pela Secretaria, respeitando as diferenças de carroceria, dentro do prazo estabelecido pela regulamentação.

Já o Sinttro disse que toda iniciativa que visa instruir e dar mais comodidade para os usuários é bem vinda e tem o apoio do Sindicato.

Uniforme

O decreto 13.206, regulamentou a Lei nº 11.833 de 2009, que determina as regras para o uso de bermuda, quando em serviço, por motoristas e cobradores nos ônibus urbanos de Juiz de Fora. Segundo a norma, a bermuda deverá ser confeccionada em tecido brim; com a parte frontal confeccionada em cós e a parte traseira em elástico; com bolso da perna utilizado somente no modelo masculino e não será admitido comprimento acima do joelho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Busscar Vissta Buss DD da Auto Viação Catarinense A nova linha Marcopolo G8 Paradiso DD Rota Transportes com soluções Marcopolo BioSafe Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 06/2021 O novo Apache Vip Os raros El Buss da Gontijo Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental