O trânsito & a nova faixa exclusiva dos ônibus

De Mais PB
Por Mário Tourinho
Foto Fábio Gonçalves

07152

A Semob-JP já instalou (e inaugurou) o novo trecho com faixa exclusiva para os ônibus do transporte coletivo urbano de João Pessoa. Esse novo trecho é o da Avenida Pedro II, sendo que nestes dias iniciais não está penalizando (ainda) aos condutores de outros veículos (que não os ônibus) que “invadam” essa faixa exclusiva para o transporte coletivo.

Nos dois primeiros dias dessa mudança no trânsito da avenida Pedro II houve algumas reclamações, obviamente por parte dos condutores de automóveis, que, em regra, jamais gostariam de ver reduzidas as faixas para os veículos também chamados “individuais”.

Fato é que em todas as cidades urbanas, especialmente a partir das de porte médio, a priorização ao transporte público vem sendo dada, não só porque assim está fixado na Lei Nacional da Mobilidade Urbana, mas, sobretudo, para que o deslocamento da maioria das pessoas para seus trabalhos, para as escolas, para qualquer que sejam os destinos, efetivamente ocorra dentro dessa priorização.

Há também uma consciência de que por mais que se ampliem as vias para os automóveis particulares (veículos individuais), nunca se alcança satisfatoriamente esse atendimento. Lembramo-nos da ampliação das vias lá ao lado do Campus I da UFPB?!… Logo ao início de tal ampliação, tudo parecia resolvido… e hoje constatamos o mesmo (ou ainda pior) problema de congestionamentos, ali!

E como as populações das cidades mais se deslocam usando o transporte público, por óbvio as vias para esse meio de deslocamentos precisam ser priorizadas. São Paulo, há três anos, estava praticamente parado. Aí a respectiva Prefeitura decidiu priorizar o transporte público com a instalação de mais de 400km de faixas exclusivas. Com isto os ônibus da capital paulista voltaram a circular dentro de um atendimento satisfatório à população.

Em Londrina/PR, cidade menor que João Pessoa, lá já estão instalados mais de 80km de faixas exclusivas para os ônibus do transporte coletivo. E decorrente disto, 85% das linhas dos ônibus de Londrina passaram a ter suas viagens com uma média de 16 minutos a menos! Melhor: foi possível diminuir a frota dos ônibus e manter o mesmo atendimento aos passageiros, implicando em diminuição nos custos operacionais e contenção tarifária.

Nas quinta e sexta feiras desta semana que encerrou já ouvimos muita gente, através dos programas de rádio desta cidade, elogiando e dando “boas vindas” às novas faixas exclusivas dos ônibus do transporte coletivo, como a incentivarem a Semob-JP a ainda mais as instalar. Para a cidade ter maior e melhor mobilidade!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança