As pinturas da Expresso Guanabara

De Juntos a Bordo
Imagens Reginaldo Alves / Kristofer Oliveira / Jovani Cecchin / Divulgação

20750542_1246646588815335_2100337694_n

Em 1º de agosto de 1992 a Expresso Guanabara iniciou suas operações e, ao longo destes 20 anos adotou vários padrões visuais.
1992
– A primeira seguia o padrão oriundo da Viação Normandy e era predominantemente branca, com uma linha vermelha circundando o ônibus e duas linhas em formato de ponta de flecha nas laterais, uma vermelha e outra azul.

11
1992: padrão oriundo da Normandy, linha vermelha em torno do carro e duas setas.

1996 – Na segunda evolução, o azul ganhou mais espaço nas faixas laterais e o nome da Guanabara passou a ser preto.

21
1996: pintura na linha anterior, mantidas as setas e com predomínio do branco.

2005 – A Guanabara realizou uma profunda transformação na estética dos veículos, introduzindo características completamente diferentes: uma nova tonalidade de azul, que foi denominado azul Guanabara, passou a ser a cor predominante; o preto ganhou espaço para ampliar a percepção das janelas panorâmicas; o branco e o vermelho passaram a ser usados apenas em detalhes. Na pintura foi incluído o nome da respectiva classe do serviço (Galant, Genesis e Glamour).

328 GB
2005: transformação profunda na estética, com características bastante diferentes.

2012 – Foi desenvolvida uma pintura temática só para comemorar os 20 anos da empresa, e aplicada a apenas cinco carros.

41
2012: pintura especial, específica para comemorar os 20 anos da empresa.

2016 – Adota-se agora uma pintura que valoriza ainda mais o azul e consagra a marca consolidada nos últimos dez anos. O “G” da marca cresceu e ganhou mais área nas laterais, porém ficou mais leve. A assinatura com o nome da empresa é reposicionada nas laterais. O preto ganha destaque na traseira e na parte da frente do carro até a altura das lanternas.

GBA
2016: ênfase para o azul e o minimalismo. Mesmo o grande “G” é mais discreto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança