Viação Itapemirim: a queda de um império – Justiça desfez negócio da Itapemirim com Kaissara

De Gazeta online
Imagem JC Barboza

IMG_6424

Em junho de 2015, a Viação Itapemirim passou para a Kaissara 68 de suas 118 linhas e cerca de 40% de sua frota. Antes da operação, a Kaissara tinha apenas uma linha. Ela foi formada em 2009, pelos sócios Mário Sérgio Pereira Jussim e Izaias Alves Lima, ambos funcionários da Itapemirim.

Após o ajuizamento da recuperação judicial, no entanto, o juiz Paulino José Lourenço entendeu, em uma decisão de dezembro, que houve “desvio de patrimônio” na operação de transferência das linhas e apontou indícios do uso de “laranjas”.

A Kaissara foi então incluída na recuperação judicial e foram nomeados como interventores dela os atuais sócios da Itapemirim, Camila Valdívia e Sidnei Piva. Os empresários dizem que, com a auditoria, foi possível perceber que a “Viação Itapemirim e a Viação Caiçara (razão social) sempre foram a mesma empresa, sendo que as duas empresas sempre foram administradas por funcionários, porém, todo comando de retirada de dinheiro para processos que não fossem de custeio da operação vinha diretamente dos sócios”.

O juiz Paulino José Lourenço foi procurado, através da assessoria do Tribunal de Justiça, que informou que “o magistrado não concede entrevista sobre processo em curso”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança