Pessoas com deficiência correm o risco de perder a gratuidade no transporte público de CG

De Click PB
Imagem Vitor Oliveira

3053

O prazo para que as pessoas com deficiência que utilizam o direito à gratuidade no ônibus  de Campina Grande devem se recadastrar na Superintendência de Trânsito e Transporte Público até 30 de agosto.  A STTP alerta que  quem não atender ao chamamento pode perder o benefício.

A superintendência disse que vem convocando os beneficiários desde março para o recebimento da documentação exigida para o recadastramento 2017, mas apenas  60% do total atendeu.

Os interessados devem procurar o setor de gratuidade da STTP, do meio-dia às 17h, apenas na segunda e terça-feira, portando os seguintes documentos: RG, CPF, comprovante de residência no nome da pessoa que vai fazer a perícia médica (casa alugada deve portar cópia autenticada do contrato); cartão do SUS atualizado; laudo médico com CID10 (em caso de surdez acrescentar audiometria), e o tipo sanguíneo.

“Os que não se recadastrarem correm o risco de perder a concessão da gratuidade no transporte coletivo”, informa da STTP-CG.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança Novos Paradiso DD da Catedral Relembre os Alphas do intermunicipal paraibano