Viação Itapemirim: Impostos e direitos trabalhistas não tem sido pago, mas, grandes retiradas em dinheiro tem acontecido no Grupo

De Folha ES
Imagem Paulo Rafael Viana

Uma citação muito conhecida resume o conteúdo desta matéria. “Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade”. Apesar de muitos atribuírem a citação ao jornalista inglês George Orwell, o verdadeiro autor foi Willian Randolph.

O fato é que a Viação Itapemirim apresentou na última quinta-feira (6) os novos diretores da empresa, e para isso foi montado todo um cenário, com o objetivo de que os presentes no evento saíssem com uma boa impressão.

Durante a coletiva, o mestre de cerimônias Ramon Barros proibiu a imprensa de realizar perguntas relacionadas a processos e outros temas polêmicos da nova diretoria, sendo os presentes meros expectadores do show de horrores montado. Camila Valdivia, Sidnei Pive e Milton Rodrigues, membros da nova diretoria, falaram sobre investimentos, empregos e recuperação judicial.

Porém, a única verdade apresentada é que o salário dos funcionários está em dia. O restante é apenas uma cortina de fumaça, que está trazendo à tona a ira de Camilo Cola Filho, o Camilinho e da família Cola em todo este processo.

A empresa não tem recolhido impostos e também não tem feito pagamento dos direitos trabalhistas de ex-funcionários que dedicaram a vida pela empresa. O ponto da discórdia está nas linhas de ônibus exploradas através de concessão. Antes da Viação Itapemirim entrar em recuperação judicial, Camilinho, simulou uma venda para a Kaissara, transferindo as melhores linhas das concessões e deixando o restante sob a responsabilidade da cambaleante Viação Itapemirim.

Ocorre que, ao assumirem a Itapemirim, a nova diretoria recebeu da justiça às linhas que foram transferidas para a Kaissara e isso não estava no acordo. A partir daí a relação entre a família Cola e a nova diretoria da Itapemirim, liderados por Camila Valdívia azedou .

Segundo informações seguras, até ameaça de morte tem ocorrido, e funcionários tem sido demitidos por suspeita de vazarem informações em fidelidade a família criadora do grupo, o que tem levado os novos diretores a se manterem em São Paulo, vindo a Cachoeiro apenas em casos de extrema necessidade, como na última quinta-feira, com objetivo de vender um produto vencido e cheirando mal.

Logo após o encontro com a imprensa, os novos diretores almoçaram e foram embora.

Apesar de não estarem cumprindo compromissos com impostos, a nova diretoria tem realizado retiradas de grandes quantias em dinheiro da empresa, e ainda existem rumores sobre a possível dilapidação do patrimônio do grupo Itapemirim, como por exemplo, a venda de lotes de propriedade do grupo na entrada do bairro Village da Luz, próximo onde funciona a Faculdade Multivix, com projeto já em andamento na prefeitura de Cachoeiro.

Novas revelações estão por vir e se o Ministério Público e autoridades locais não interferirem, pode-se estar diante de um dos maiores golpes financeiro do Espírito Santo.

1 comentário em “Viação Itapemirim: Impostos e direitos trabalhistas não tem sido pago, mas, grandes retiradas em dinheiro tem acontecido no Grupo”

  1. Essa situação não é tão diferente da empresa Rápido Marajó. Onde os salários estão atrasados, fgts desde que Kamila, Sidnei e Milton assumiram a nova diretoria e nada foi repassado/despositado. De fato o que se vê é a grande delapidação dos patrimônios da empresa e nenhum investimento. Compraram ônibus velhos apenas como faz de conta, e está pagando com saldo corrente da empresa e isso não trata investimento dos nova diretoria. Ainda está incerto a concretização da venda, a empresa completou um ano de recuperação judicial em 01/04/2017, porém até hoje nunca foi entregue um plano de recuperação, houve uma grande demissão no ano passado e nenhum pagamento do acerto, desde de salário atrasados ou fgts. Cerca de 2 mil funcionários deixados nas mãos de Deus e o ministério pública não faz nada, houve algumas audiência e acabam sendo mais promessas e mentiras não compridas. A dignidade das pessoas já foram jogadas no lixo a muito tempo, já estaca ruim a situação é agora com esses ‘Bandidos’ na nova diretoria ficou ou está ficando cada vez pior. Vejam e busquem informação destes, que poderão até encontrarem o final dessa história para ambas as empresas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança