Vem aí o Torino S

De Ônibus Paraibanos
Por Josivandro Avelar
Imagens Henrique Simões

O Torino é o modelo mais presente nas ruas das principais cidades da Paraíba, caracterizando a identidade dos sistemas de transporte urbano no estado. Lançado em 1983, já teve seis versões, sendo a atual lançada em 2013 com início de produção em 2014. Desde o ano passado começaram a circular imagens com um Torino diferente, uma nova versão, e você vai conhecer melhor o que é essa versão do modelo urbano da Marcopolo.

É o Torino S, uma versão mais básica do Torino, uma linha abaixo do mesmo. A estrutura do modelo é praticamente a mesma, mudando só em alguns detalhes: as rodas não possuem arcos, as saias não possuem curvatura no assoalho, além do detalhe mais marcante: a presença de faróis redondos na dianteira e na traseira, porém seguindo a forma do design do Torino. As portas são de modelo idêntico ao da versão anterior do Torino, com a porta dianteira com vidros retos, e não seguindo o desenho da janela do motorista, que aliás é mais curta e com o “vidro falso” mais curto. Na parte traseira, a placa fica acima da linha do parachoque, e não mais no mesmo.

Essa mesma linha de design para modelos básicos da Marcopolo foi apresentada no Ideale, que foi apresentado na nova versão como um modelo uma linha abaixo do Audace, bem como no novo Senior Midi, que nem chegou a ser lançado oficialmente; o primeiro lote do novo modelo foi vendido direto ao Governo Federal, como ônibus do Caminho da Escola.

No interior do veículo, poucas modificações em relação ao modelo atual do Torino. A que mais se destaca é o painel, que é mais básico, sem o multiplex. O protótipo está encarroçado no chassi OF-1721 Bluetec5 da Mercedes-Benz, porém pode ser encarroçado em outros chassis de motor dianteiro (Volkswagen, Scania, Volvo, Iveco, Agrale).

O modelo-protótipo do Torino S está atualmente em Minas Gerais, sendo testado pela Transmoreira. Já passou por empresas como a Piracicabana, de São Paulo, e Salineira, da Região dos Lagos do Rio de Janeiro, clientes de longa data da Marcopolo. O objetivo é saber como o veículo se comporta em termos de resistência nas ruas das cidades.

O Torino S vem para ocupar uma lacuna deixada pelo Citmax, último modelo com a marca Ciferal a ser fabricado. Na época, o modelo era uma versão mais básica de urbano, com preço abaixo do Torino e do Viale, para empresas que querem gastar menos, porém não abrem mão de renovar suas frotas. Em um momento de crise econômica onde muitas empresas estão cortando gastos e muitas vezes não conseguindo renovar as frotas, a Marcopolo sentiu necessidade de voltar a apostar em um urbano mais básico e em categoria abaixo de seu modelo principal, para conquistar novos clientes e recuperar aquele que já não renova a frota há um bom tempo. Apostar na multiplicidade de configurações tem sido a aposta da encarroçadora gaúcha, que já lançou novos modelos e variantes do próprio Torino, com motor traseiro, Low Entry e articulado (Express), além de ainda oferecer o Torino atual com motor dianteiro, portanto, os dois modelos do Torino devem ser vendidos simultaneamente.

O Torino S ainda não tem uma data certa de lançamento. E mais cedo ou mais tarde, iremos nos acostumar a vê-lo nas ruas da Paraíba, onde a carroceria é tradicional nos sistemas de transporte de suas maiores cidades.

3 comentários em “Vem aí o Torino S”

  1. Será que esse novo modelo pode facilitar a Marcos da Silva e a Mandacaruense a renovar com carros zeros? Pois elas não compram carros zeros desde 2010. E ajudar a São Jorge a comprar em mais quantidade?

    1. Não, porque não é tão simples. Mesmo a carroceria custando menos que o New Torino comum, o preço de um chassi é o mesmo e isso depende de muitas coisas, como a questão de financiamentos, que em alguns casos as empresas levam tempo para pagar. Algumas empresas estão tendo dificuldades de crédito e o que não pode acontecer é o de uma empresa arriscar fazer uma aquisição sem poder ter uma projeção de como vai quitar depois, para não ter os veículos tomados no futuro. É só ver o caso da Rosa, de Feira de Santana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança