O primeiro Busscar Urbanus da Paraíba

De Ônibus Paraibanos
Por Josivandro Avelar
Imagens Geraldo Ferreira

A fanpage do Paraíba Bus Team no Facebook tem por objetivo manter e preservar a memória do transporte coletivo de passageiros no estado da Paraíba. Um desses registros que recebemos foi do Sr. Geraldo Ferreira, que foi motorista da Empresa Almeida, que operou no transporte metropolitano de Bayeux até 2014, quando encerrou suas atividades. E ele nos contou uma curiosidade.

O veículo que ilustra este post foi fabricado em 1990. O carro 5611 da Almeida é nada menos que o primeiro Busscar Urbanus da Paraíba, encarroçado sob o chassi OF-1315 da Mercedes-Benz. Repare que a pintura da Almeida na época tinha as mesmas cores das outras empresas da cidade, a Wilson e Das Graças, formando algo parecido com um padrão para a cidade de Bayeux.

Era um dos primeiros veículos do modelo já como Busscar; o Urbanus foi lançado em 1987, quando a Busscar ainda era Nielson, e foi o precursor de um importante reposicionamento na encarroçadora, que culminaria na mudança de seu nome para Busscar em 1990. As carrocerias rodoviárias ganharam novas formas e nomes (de Diplomata para a família El Buss/Jum Buss) e o Urbanus foi preservado, tendo tido um pequeno facelift – novo design das sinaleiras e pisca-alertas – para efetivamente se tornar um produto Busscar e emplacar a marca de vez no mercado de urbanos em que tinha entrado tardiamente.

O 5611 da Almeida foi o único Busscar Urbanus da Paraíba até o final de 1991, quando ganhou a companhia de outros cinco ônibus do modelo adquiridos pela Transnacional, na sequência de 0762 até 0766. Esses veículos substituíam os San Remo de motor traseiro, que ainda assim permaneceram na empresa, dessa vez reformados e na sequência 125 até 129.

Além delas, outras empresas da Grande João Pessoa tiveram o Urbanus 1990, como a Wilson, a Mandacaruense, a Transurb – este herdado da São Jorge – e a Boa Vista, que teve o maior número deles, todos adquiridos usados e de variados chassis. Além do próprio OF-1315 da Mercedes-Benz, a Boa Vista teve o Urbanus 1990 nos chassis 16.180 CO da Volkswagen e até no B1618 da Ford, este último filho único, o 03344, e o único do modelo com três portas. Os modelos de chassis VW e Ford foram trazidos pela Boa Vista de empresas do interior de São Paulo, quando a empresa adquiriu a linha 2300-Circular da Setusa, em 1995.

O 5611 da Almeida rodou até meados do ano 2000, e a unidade que pertencia a Wilson foi a última do modelo a ser retirada de circulação, um pouco mais além disso. As empresas paraibanas seguiram comprando os sucessores da linha Urbanus. O último Busscar urbano da Paraíba foi o veículo de numeração 0427 da Mandacaruense, um Urbanuss Pluss encarroçado sob o chassi OF-1722M da Mercedes-Benz, fabricado em 2007 e já retirado de circulação.

Já o último Busscar a ainda rodar na região metropolitana de João Pessoa saiu exatamente da mesma cidade de onde o primeiro apareceu. O carro 5515 da Metro, adquirido em 1999 ainda como Wilson e que rodou por quase 18 anos seguidos, saiu de circulação no início desse ano.

A Almeida encerrou as atividades em 2014, e suas linhas foram absorvidas pela Metro – antiga Wilson – que por sua vez encerrou as atividades no mês passado. As linhas de Bayeux atualmente são operadas pelo Consórcio Metropolitano, formado pelas empresas SIM, Reunidas, Santa Maria e Das Graças.

3 Replies to “O primeiro Busscar Urbanus da Paraíba”

  1. Cláudio Fernandes disse:

    A Reunidas teve um Urbanus 1990 também, foi o carro 0838 que rodou até 1998 quando foi substituído por um Torino GV 1721. De vez em quando ele aparecia na 144.

  2. Cláudio Fernandes disse:

    Retificando: aparecia na linha 114-GROTÃO VIA FUNCIONÁRIOS IV, e não 144 como eu havia dito anteriormente (erro de digitação).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.