Ônibus à espera do Refrota

De Automotive Business
Imagem Jovani Cecchin

As vendas de ônibus no primeiro bimestre somaram apenas 932 unidades, registrando queda de 46,2% ante os mesmos dois meses de 2016. De acordo com a Anfavea, o setor estagnou à espera do Refrota, programa anunciado em dezembro pelo governo que prevê R$ 3 bilhões para o financiamento de 10 mil ônibus este ano com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

“Até agora não ocorreu nenhum financiamento pelo programa. Esse tipo de anúncio sem a ativação efetiva trava o setor porque os empresários não compram enquanto não ocorre uma definição”, lamenta Moraes.

O setor de ônibus vive melhor momento no mercado externo. Nos dois primeiros meses o País exportou 1.053 unidades, anotando alta de 24,2%. O maior volume embarcado foi de modelos urbanos, 725 unidades e acréscimo de 33,3%.

A produção total (urbanos e rodoviários) somou 2,4 mil unidades e queda de 9,6%.

Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.