Conselho remarca reunião para discutir aumento da tarifa de ônibus no Grande Recife

De G1 Pernambuco
Imagem JC Barboza

img_2653

Cumprindo o determinado na liminar, o Conselho Superior de Transportes Metropolitano (CSTM) remarcou a reunião para discutir o aumento da passagem de ônibus no Grande Recife para a sexta-feira (13). A decisão do 4º Juizado Especial da Fazenda Pública da Capital havia proibido o encontro até o CSTM apresentar a planilha com os custos do serviço. Os dados com os gastos foram divulgados no site do Grande Recife Consórcio de Transporte.

Com o reajuste proposto pela Urbana, a tarifa A passaria de R$ 2,80 para R$ 3,75, e a B de R$ 3,85 para R$ 5,15. Já o Grande Recife apresenta três cenários ao levar em consideração a renovação da frota, sem renovação da frota e sem o subsídio do governo. A proposta corresponde apenas a tarifa A. Os valores são: R$ 3,33, R$ 3,25 e R$ 3,94, respectivamente.

Por telefone, a assessoria de imprensa do Grande Recife, adiantou que os valores das outras tarifas serão discutidos durante a reunião. O encontro está marcado para acontecer às 8h, na Secretaria das Cidades.

A liminar foi solicitada por estudantes para entender os motivos para o aumento de quase 34% solicitado pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Pernambuco (Urbana-PE) nas tarifas e, assim, apresentar uma contra proposta. Os estudantes reivindicam uma promessa de campanha do governador Paulo Câmara (PSB) de ter uma tarifa unificada sob o valor de R$ 2,15.

“Fomos notificados ontem [segunda-feira (9)], por volta das 20h. Vamos manter a nossa proposta de R$ 2,15, porém, vamos nos reunir hoje e nos debruçar sobre a planilha, vamos analisar os dados. Porém, ainda sentimos falta de uma planilha analítica, mais detalhada. Vamos nos reunir e pedir essa planilha ao governo em tempo hábil”, comentou o conselheiro representante dos estudantes, Márcio Morais.

O primeiro encontro estava marcado para ocorrer no Centro de Convenções, em Olinda, no dia 6 deste mês. Sob forte protesto, os estudantes apresentaram a liminar. Os representantes do Conselho chegaram a se reunir, mas não trataram sobre o aumento da tarifa. A reunião foi cancelada após uma série de manifestações dos estudantes. Eles precisaram ser escoltados pela Polícia Militar ao saírem do local.

O Estado de Pernambuco chegou a pedir à Justiça a reconsideração do documento. O CSTM voltou a se reunir durante a tarde do dia 6, no Centro de Convenções. Entretanto, se restringiu o novo encontrou aconteceu para explanar os custos da tarifa.

Na ocasião, assim como pela manhã, os manifestantes jogaram confetes e serpentinas nos conselheiros escoltados pela polícia. Em alguns momentos, houve bate-boca e, durante o tumulto, a polícia chegou a usar gás de pimenta para dispersar os manifestantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança