Fantástico flagra precariedade dos ônibus que transportam estudantes universitários de Serra Branca

Fonte: PB Agora
Fotos: Reprodução TV Globo

captura-de-tela-inteira-26092016-214849-bmp

O Fantástico exibiu matéria neste domingo (25) com flagrante do descaso no transporte dos estudantes universitários do município de Serra Branca no Cariri paraibano e ilhéus (BA). A matéria mostra o drama dos estudantes que viajam diariamente para Monteiro e Sumé em ônibus sucateados e problemas mecânicos que põe em risco a vida dos estudantes.

A matéria denuncia que um dos ônibus da prefeitura está quebrado há vários dias e que 63 alunos viajam 70 km em pé, no encosto da cadeira e até junto do painel do motorista, num transporte sem suspensão, sem medidor de velocidade, sinto de segurança com bancos soltos sem nenhuma segurança para os alunos. O transporte dos estudantes é bancado pela prefeitura de Serra Branca, por meio da Secretaria de Transporte e Serviços Urbanos, e os estudantes ainda ajudam com uma taxa de 60 por mês para pagar metade do combustível.

A reportagem do Fantástico ouviu o secretário de Educação de Serra Branca, Jhonatan Oriente, que admitiu os problemas e que irá se reunir com o secretário de Transportes e Serviços Urbanos para tomar as providências necessárias. O prefeito Eduardo Torreão, o secretário de Educação e de Transportes não garantiram aluguel ou compra de veículos novos e o problema se agrava a cada dia.

Enquanto isso, os estudantes de gestão pública Flavia Aleixo e seu filho Gustavo correm risco diariamente nessas estradas para concluírem seus estudos. “Temos medo de viajar nesse transporte, pois hora falta freio, ora quebra o motor. Anda todo torto com suspensão quebrada. A gente sabe que tá correndo riscos”, desabafou.

estudante Everton José da Silva também apontou os problemas do transporte que não oferece segurança para os alunos. Segundo ele “Não tem cinto de segurança, não tem ar-condicionado e nem banheiro, e quando faz alguma curva ele faz um desnível”.

captura-de-tela-inteira-26092016-214705-bmp

Ainda na reportagem é mostrado acidentes em São Paulo onde 17 estudantes morreram e um estudante paraibano Waldenberg que fez um desabafo nas redes sociais relatando que vivia diariamente o mesmo drama. Infelizmente o estudante morreu 14 dias depois em um acidente envolvendo dois ônibus universitários em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.