69% da receita da Marcopolo vêm de clientes estrangeiros

Fonte: Clic RBS
Fotos: Divulgação

paradiso1800ddcrucerodelnorte_2

No segundo trimestre (leia-se de abril a junho), as linhas de montagem da Marcopolo em Caxias produziram mais ônibus para clientes estrangeiros do que nacionais. Isso mesmo.
Tanto que, no período, a receita das exportações aumentou 78,4%.Vamos aos números: dos R$ 619,7 milhões de receita líquida no segundo trimestre, 40% vêm das exportações, 31% do mercado brasileiro e 29% das empresas controladas no Exterior.

Ou seja, somando os veículos exportados a partir do Brasil e os fabricados nas unidades lá fora, chega-se à conclusão de que 69% dos resultados são oriundos de produtos para rodar em estradas externas.

marcopolotorinolachaquena

No primeiro semestre, a fabricante produziu 2.757 ônibus para o Brasil, contra 4.966 em igual período de 2015. Se a Marcopolo não tivesse desbravado o mundo, e dependesse maciçamente do Brasil, o impacto negativo por conta da crise doméstica seria de proporções inimagináveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança