Como está, é impossível trem circular entre Campina Grande e Galante

Fonte: Turismo em foco
Matéria / Texto: Fábio Cardoso
Foto: Chico Martins

23052016235115

O estado de conservação da ferrovia entre Campina Grande e o Distrito de Galante é muito pior do que as pessoas possam imaginar. Independente de quem seja a responsabilidade, o polêmico cancelamento das saídas da Locomotiva Forrozeira passa a ser um pequeno detalhe tamanha omissão e irresponsabilidade de quem está diretamente ligado ao projeto.

É impossível a locomotiva passar por diversos trechos entre Campina e Galante simplesmente pela ausência dos dormentes, que foram arrancados. Em outros trechos, os trilhos foram “engolidos” pelo barro e a passagem de veículos, que resultou no aterramento deles. Na estação de Galante o mato tomou conta dos trilhos ao ponto deles não serem percebidos. Ainda na cidade, não há qualquer vestígio de que algum trem passe por determinadas áreas.

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, está em Brasília correndo contra o tempo para buscar soluções que parecem improváveis. Ele participa de uma audiência no Ministério das Cidades, em Brasília, para tentar uma medida emergencial. A expectativa é de que na quarta-feira (24) o prefeito anuncie alguma medida.

A falta de manutenção por parte da Ferrovia Transnordestina para uma linha que só tem movimento no período junino fez com que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) orientasse pelo cancelamento do passeio.

A  reportagem teve a informação de que a empresa organizadora da Locomotiva Forrozeira havia solicitado que a venda dos passaportes fosse interrompida há duas semanas. Isto é, já tinha conhecimento do problema, pelo menos, 15 dias antes de anunciar o cancelamento dos passeios, perdendo muito mais tempo para tentar uma solução.

Há empresas que venderam mais de 870 passaportes e tinham uma lista de espera com pelo menos mais de 500 pessoas. A empresa está fazendo um levantamento e, nesta terça-feira (23), deve informar o valor do prejuízo. Os clientes terão o dinheiro devolvido, mas também uma opção de trocar a Locomotiva por um dia no Arraiá de Cumpade, também em Galante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança