Ônibus Paraibanos

Cade solicita informações adicionais sobre incorporação da Neobus pela Marcopolo

Fonte: Pioneiro
Matéria / Texto: Silvana Toazza
Foto: JC Barboza

DSC01600

A carta de intenções para a incorporação da Neobus pela Marcopolo foi submetida em novembro de 2015 para análise, mas até o momento o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) ainda não deu sinal verde ao negócio. Na sexta-feira, a autarquia federal solicitou informações adicionais sobre a transação e as empresas envolvidas, sem se pronunciar definitivamente sobre o processo, que continua no compasso de espera.

Se o negócio será aprovado ou não (ou mesmo terá sinal verde, mas com restrições), não é possível prever. Há quem acredite que a crise no governo federal tenha contribuído para o atraso no parecer. É inquestionável, no entanto, que a demora adiciona preocupação e pessimismo aos empresários do setor metalmecânico e de ônibus de Caxias. Alguns temem que o negócio não seja avalizado.

Na época do acordo, Edson Tomiello, CEO da Neobus, declarou que a troca de participação por ações da Marcopolo permitirá à Neobus seguir independente nos aspectos de rede, comercialização, marca,distribuição e portfólio de produtos. Com isso, a Marcopolo consolidaria o seu investimento na Neobus, companhia que atua no mesmo segmento, possibilitando, assim, o aproveitamento das sinergias entre as operações, com ganhos de eficiência e racionalização de custos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.