A longa trajetória de um Viale

Fonte: Portal Ônibus Paraibanos
Matéria/Texto: Josivandro Avelar
Fotos: Acervo Paraíba Bus Team

004019cafe6c5da88a9bb060c01c3867

De todos os ônibus que vão e vem do Rio de Janeiro para cá, nenhum teve uma trajetória tão extensa como esse veículo. Um Marcopolo Viale, de placas LOC-4876, encarroçado sob o chassi OF-1417 da Mercedes-Benz, que já passou pela Paraíba e atualmente está com seu sétimo proprietário. Essa é uma das biografias mais longas de um ônibus já contada aqui.

A trajetória deste Viale começa no Rio de Janeiro. Um dos primeiros Viales fabricados pela Ciferal, em Duque de Caxias, o veículo foi adquirido zero pela N.S. da Penha, de Mesquita, empresa do Grupo Guanabara. O veículo recebeu a numeração RJ 188.028. Após fazer linhas intermunicipais ligando as zonas Norte e Oeste do Rio a municípios como Mesquita, Nilópolis, Belford Roxo e Nova Iguaçu, o veículo é vendido para uma empresa da capital carioca, a Penha Rio. Lá recebeu a numeração 10505.

N.S.Penha - RJ 188-028 Marcopolo Viale.jpg

O veículo foi remanejado para a Boa Viagem, na época controlada por acionistas cariocas, inicialmente os da Transportes Campo Grande – a Penha Rio era uma cisão desta – e posteriormente o Grupo TAU. Vários Viales de chassis OF-1417 e OF-1721 foram trazidos para as linhas municipais da Boa Viagem – além de Turquesas e dois Piccolos para as linhas do Conde, Alhandra e Pitimbu.

CDO_RJ_RJ_PENHARIO 0073

Na Boa Viagem, o veículo ocupou quatro numerações, uma municipal e três intermunicipais: 06027, 5310, 5318 e 5308. No meio do caminho, o Grupo A.Cândido adquire a empresa e herda vários desses Viales, entre os quais o nosso personagem.

12524345_1032657683493408_8529634557874054783_n

Após o fim de sua trajetória na Boa Viagem, o veículo foi remanejado para a TBS, empresa de fretamento do Grupo A.Cândido, atuando em Pernambuco. Voltou para a Paraíba, onde foi direcionado para a Reunidas de Cabedelo, onde ocupou a numeração 08136 como reforço emergencial para a linha 5104-Intermares/Jacaré.

Após cumprir seu papel em Cabedelo, voltou a deixar a Paraíba e dessa vez, foi vendido pelo Grupo A.Cândido. O nosso personagem foi para onde tem ido a maioria dos Viales que pertenceram ao grupo: o interior alagoano. Seu sexto proprietário era de Taquarana, e já levou o ônibus para Juazeiro do Norte.

a044880e2bc9040277541c9c9c47f202

O atual proprietário do nosso personagem é a empresa Real Arapiraca, da cidade que a batiza, a segunda maior de Alagoas. A empresa em questão tem em sua frota vários veículos que foram do Grupo A.Cândido, desde Torino LN até os Viales. Na Real Arapiraca, onde faz transporte coletivo municipal, é o 201.

bec6436a659b6de0f96549d39657a7b7

Um ônibus não é somente um ônibus. Nele andam várias histórias, e ele próprio carrega as suas, dos lugares onde passa e das pessoas desses lugares. Ainda mais quando falamos de um ônibus que já passou por sete donos diferentes.

E não vai parar por aí. Em algum momento, ele mudará de mãos novamente. E assim o ciclo continua…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.