Ônibus Paraibanos

Novo conceito Elevittá em operação

Fonte:
Revista Auto Bus
Fotos: Comil


A partir de março de 2016, os ônibus com características rodoviárias, ou seja,
com apenas uma porta, poltronas que reclinam e com menor capacidade de
passageiros em relação ao modelo urbano, terão que ter mecanismos diferenciados
para atender o acesso de pessoas com mobilidade reduzida.

A
fabricante gaúcha Elevittá Elevadores deu a largada nesse processo com a
apresentação de seu desenvolvimento, no fornecimento dos primeiros ônibus
rodoviários (com carroçarias da marca Comil Ônibus) para a operadora baiana
Rota 13. Seu Elevador de Embarque Fácil representa uma inovação que promove
maior dignidade ao cidadão que não tem condições adequadas de acessibilidade ao
interior do veículo. De acordo com a empresa, seu equipamento é 100% elétrico,
o que reduz as possibilidades de manutenção por não possuir sistemas
hidráulicos que são geralmente causadores da maior parte dos problemas de
manutenção de equipamentos de acessibilidade. Outro detalhe é que o elevador
não promove mudanças no layout do salão de passageiros. A poltrona onde está
instalado o sistema não necessita de localização especial e o espaço reservado
para sua operação continua sendo reservado para acomodação de malas ou pacotes.

Outro
detalhe interessante que proporciona uma melhor acomodação do passageiro em sua
poltrona é que a mesma se desloca lateralmente para fora do ônibus, facilitando
toda a operação e promovendo maior comodidade.

“O
nosso equipamento foi projetado para ter uma operação simples e eficiente com a
menor quantidade de peças móveis possíveis, também relacionada a operação, são
apenas dois comandos, sobe e desce, isso reduz a chance do operador cometer
enganos na hora de manuseá-lo”, comentou Erivelto Soares Weinert, diretor da
Elevittá Elevadores. Ainda, segundo o executivo, com o intuito do melhor uso da
inovação, a fabricante disponibiliza um técnico para realizar o treinamento
junto a motoristas e técnicos em manutenção das operadoras que adquirirem
o novo equipamento, sendo um importante diferencial para sanar todas as dúvidas
de operação e também questões relacionadas a manutenção.

“O
Elevador de Embarque Fácil também conta com um sistema de segurança
redundante que impede que o mesmo funcione se houver alguma falha no sistema ou
dano nos componentes que possam comprometer a segurança do passageiro”,
observou Weinert.
Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.