Proprietário da Metro reconhece dificuldades financeiras, mas nega perda de concessão

Fonte:
Bayeux 24 horas
Fotos: JC Barboza




Nos últimos dias cresceram os rumores de
que a população de Bayeux ficaria sem ônibus, em virtude da perda da concessão
da empresa de transporte coletivo metro, por causa de atraso de salários e
dívidas trabalhistas.

O proprietário da empresa, Adalberon Wilson,
afastou na manhã desta quarta-feira (27) qualquer possibilidade de deixar de
operar na cidade. “Não existe possibilidade de perdermos a concessão da
Metro. Até porque não se perde concessão por causa de atraso nos salários”,
ressaltou.

No entanto, reconheceu o momento difícil
que a Metro vive com atraso dos salários dos funcionários. Ele
garantiu que já firmou um acordo com a Delegacia Regional do Trabalho e com DER
para regularizar o pagamento dos funcionários até o dia 31 deste mês.

Adalberon afirmou ainda, que está
negociando dívidas trabalhistas com 80 funcionários que absorveu na fusão com a
empresa Almeida. Ele destacou que o congelamento das tarifas e a
concorrência desleal com os alternativos têm gerado
dificuldades financeiras.



“A grande quantidade de alternativos tem
agravado nossa situação. Estamos com tarifas congeladas há dez anos. É difícil prestar
um bom serviço à população porque não temos condições de executar. Pedimos ao
DER realinhamento da tarifa e a integralização entre Bayeux e João Pessoa, com
unificação do preço da passagem”, revelou.

0 comentário em “Proprietário da Metro reconhece dificuldades financeiras, mas nega perda de concessão”

  1. É difícil prestar um bom serviço à população porque não temos condições de executar. E agora o que fazer diante dessa situação? Tadinho não? Adalberon Wilson, se realmente você é "Formado" deve lembrar-se da Lei de Newton (Ação e Reação), onde a mesma aplica-se sobre o mal feitor! Porém esse é o preço que você juntamente com, o Guru Onildo Almeida estão pagando, pois a recompensa que o olho grande atrai é exatamente essa, ou seja, caminhando rumo à destruição Total! Já em relação a você dizer que “Não existe possibilidade de perdermos” a concessão da Metro, por causa de atrasos nos salários, muitos "Empresários" já ficou de Cueca, exatamente por dividas, e por não ter condições de pagar os funcionários em dia, e entre outras coisas! O bom é o Guru Onildo Almeida, solicitar Mãe Darlene através das Cartas de Tarô, e saber o porquê que os Ônibus, se quebram de Metro em Metro, aliás, se ela tiver essa capacidade de revelar, pois nem o Padre Quevedo solucionará a questão do quebra-quebra de Metro em Metro, que as carruagens sofrem, deixando toda População de Bayeux de mão no queixo, e chupando dedo! Uma verdadeira vergonha para População de Bayeux, João Pessoa, da Paraíba, e de todo Brasil, e do Infinito Universo, existir uns "Empresários" (Wilson x Almeida) Serem tão Hipócritas, Cínicos, e sem Competência alguma para fazer o Transporte Público a ponto de fazer uma declaração sem pé e cabeça! Olhe fiquem sabendo diante mão, que até a Sucata rejeitará toda essa Metragem de Ferro Velhos, que não servirá nem para reciclar para produção de Latas de Sardinhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Busscar Vissta Buss DD da Auto Viação Catarinense A nova linha Marcopolo G8 Paradiso DD Rota Transportes com soluções Marcopolo BioSafe Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 06/2021 O novo Apache Vip Os raros El Buss da Gontijo Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental