Prefeito pode autorizar o terceiro aumento nas tarifas de ônibus em menos de um ano em Campina Grande

Fonte:
PB Agora
Fotos: JC Barboza



Os
usuários dos transportes coletivos de Campina Grande poderão a qualquer momento
serem supreendidos com um novo aumento na passagem de ônibus. A solicitação já
foi feita pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Sitrans)
junto à Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Campina Grande
(STTP) no início da próxima semana.

As
empresas reivindicam um reajuste em torno de 10%, o que representaria o
terceiro aumento em menos de um ano.

No pedido de reajuste ao Conselho Tarifário, o Sitrans alegaou prejuízo diante
da queda de passageiros e do aumento nos insumos como peças, pneus e
principalmente combustíveis, que já sofreram vários reajustes somente no início
deste ano. De acordo com o órgão, somente nos primeiros dias de janeiro o
diesel, usado pelos ônibus, aumentou mais de R$ 0,12 no litro, provocando uma
despesa de R$ 120 mil a mais na conta das empresas que operam o sistema, tendo
em vista que a frota que circula em Campina Grande consome quase um milhão de
litros por mês.

Uma reunião do conselho tarifário Superintendência de Trânsito e Transportes
Públicos (STTP) de Campina Grande foi realizada na semana passada para
discussão sobre o reajuste da passagem de ônibus na cidade. Na ocasião, o valor
proposto pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Campina
Grande (Sitrans) foi de R$ 3. O valor atual é de R$ 2,55.

O superintendente do Sitrans Anchieta Bernardino confirmou que o valor
solicitado pelas empresas foi de R$ 3,00.

Apesar do valor proposto, a STTP deu um prazo de 48 horas para a Sitrans
apresentar uma nova tabela de custos. Com isso, uma nova reunião foi marcada
para o dia 28 deste mês, às 16h, na sede da STTP. O último reajuste da passagem
na cidade aconteceu no mês de julho do ano de 2015. De acordo com a assessoria
do sindicato, o reajuste solicitado poderá ser em torno de 10%, assim como vem
ocorrendo em outras cidades do país.  Esse percentual só será definido
após elaboração de uma planilha por parte da Superintendência de Trânsito e
Transportes Públicos de Campina Grande (STTP). Em 3 anos a passagem subiu
aproximadamente 21% na cidade.

O superintendente da STTP, Félix Neto, garantiu que até essa semana apresenta a
proposta com novo valor. A expectativa é que o novo valor da passagem na cidade
fique entre R$, 2,70 a R$ 2.80.  Ele disse que ainda não conversou com o
prefeito sobre esse assunto. Uma nova reunião extraordinária do Conselho
Tarifário poderá ser convocada para discutir a proposta.

Os preços da tarifa de transporte coletivo tem evoluído entre 2012 e 2015 em
Campina Grande. Em 2012 só ocorreu um reajuste a passagem era de R$ 2,10, já em
2013 primeiro ano da gestão do prefeito Romero Rodrigues (PSDB) o preço foi
para R$ 2,20, mas por pressão popular voltou para R$ 2,10. Em 2014 subiu novamente
para R$ 2,20 e em 2015 sofreu dois reajustes R$ 2,30 (em fevereiro) e R$
2,55(em julho). A sugestão de novo aumento anunciada neste sábado (09) no dia
do aniversario do prefeito Romero Rodrigues pode levar o preço da passagem dos
transportes públicos para R$ 2,80 ou até os 3 reais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Busscar Vissta Buss DD da Auto Viação Catarinense A nova linha Marcopolo G8 Paradiso DD Rota Transportes com soluções Marcopolo BioSafe Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 06/2021 O novo Apache Vip Os raros El Buss da Gontijo Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental