Marcopolo anuncia incorporação da Neobus

Fonte: Clic RBS
Texto: Silvana Toazza

Fotos: Alex de Souza / Thiago Sione / Rodrigo Gomes / Luciano Roncolato


A Marcopolo, de Caxias, assinou uma carta de intenções com os controladores da Neobus. O documento busca estabelecer as bases e os princípios para uma potencial incorporação da L&M, controladora direta da San Marino Ônibus (Neobus) pela Marcopolo. Após a assinatura dos documentos definitivos e o fechamento da operação, até 31 de janeiro de 2016, as cotas da L&M serão transferidas para a Marcopolo.

As duas companhias continuarão a atuar de maneira independente no mercado nacional e internacional, em termos de produtos, rede de comercialização e serviços, segundo o CEO da Marcopolo, Francisco Gomes Neto.
– A gestão das empresas continuará separada, como já ocorre atualmente, e como acontece com a unidade de negócio Volare, que tem linha de produtos, rede de representantes/concessionárias própria e não vinculadas à Marcopolo Ônibus. Além disso, obteremos importantes sinergias nas áreas administrativas, operacional e de suprimentos – explica o executivo.


Pelo acordo, aponta Edson Tomiello, CEO da Neobus, a troca de participação por ações da Marcopolo permitirá à Neobus seguir independente nos aspectos de rede, comercialização, distribuição e portfólio de produtos.

– No futuro, também poderemos aproveitar recursos fabris e logísticos, entre outros benefícios. O grande objetivo é a expansão do mercado internacional, visando otimizar e conquistar novos mercados e solidificar a marca – enfatiza Tomiello.
A carta de intenções prevê que os atuais controladores da Neobus assumirão posição de acionistas da Marcopolo, permanecendo na gestão direta das operações da Neobus, como forma de preservar os fatores competitivos da marca.

O Conselho de Administração da Marcopolo aprovou a assinatura de uma carta de intenções, em fato relevante informado a acionistas e mercado.
Por meio da Operação, a totalidade das quotas da Neobus detidas pela L&M, que é titular de uma participação de 55% no capital total e votante da Neobus, passará a ser detida pela Marcopolo, que, nesta data, já detém uma participação minoritária de 45% do capital votante e total da Neobus.

Desse modo, após a assinatura dos documentos definitivos e o fechamento da Operação, a Marcopolo passará a deter o controle do capital da Neobus.
A Operação permitirá à Marcopolo consolidar o seu investimento na Neobus, companhia que atua no mesmo segmento da Marcopolo, possibilitando, assim, o aproveitamento das sinergias entre as operações, com ganhos de eficiência e racionalização de custos.
Além disso, as unidades de negócios Marcopolo, Neobus e Volare continuarão a operar de forma independente em termos de rede de comercialização e marcas. A operação também possibilitará que a Marcopolo e a Neobus desenvolvam suas atividades com maior eficiência, tanto no país quanto por meio de exportações.

Em virtude da incorporação, os quotistas da L&M, em substituição às suas quotas da L&M que serão extintas, receberão ações preferenciais da Marcopolo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Busscar Vissta Buss DD da Auto Viação Catarinense A nova linha Marcopolo G8 Paradiso DD Rota Transportes com soluções Marcopolo BioSafe Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 06/2021 O novo Apache Vip Os raros El Buss da Gontijo Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental