Marca São Geraldo pode deixar as estradas; ANTT autoriza incorporação da empresa à Gontijo‏

Fonte: Portal Ônibus Paraibanos
Texto: Josivandro Avelar
Fotos: JC Barboza



Uma história iniciada há 66 anos pode estar chegando aos capítulos finais a partir de hoje, após publicação no Diário Oficial da Resolução Nº 4.845 da ANTT. A resolução concede anuência prévia para a operação de incorporação da Cia. São Geraldo de Viação para a Empresa Gontijo de Transportes. Ou seja, a Gontijo está autorizada a incorporar as linhas e ônibus da São Geraldo, o que na prática significa a extinção da última.

A Gontijo adquiriu a São Geraldo em dezembro de 2003, sendo considerada na época a maior transação do transporte rodoviário já feita no país, e desde então as duas empresas funcionam como sendo só uma, tanto que quem procura a São Geraldo no Google, termina encontrando o site da Gontijo no topo da pesquisa. A frota da São Geraldo também teve a numeração modificada desde aquela época, passando a usar a mesma tipologia de numeração da Gontijo e utilizando a lógica de prolongamento da numeração da primeira. As empresas passaram a trocar carros constantemente em épocas de alta temporada. A aquisição da São Geraldo pela Gontijo foi concluída no início de 2004.
 
A fusão fará da gigante Gontijo ainda mais gigante: a empresa já é a maior empresa do Brasil e uma das maiores, se não a maior, da América Latina. Já é considerada a maior frotista Scania do mundo, tendo feito as maiores compras de chassis da montadora sueca.


A partir do momento em que a resolução da ANTT dá anuência prévia para essa incorporação, a marca pode desaparecer gradualmente. Isso pode ser representado, por exemplo, em carros da São Geraldo que serão retirados de circulação, bem como numa próxima renovação, toda a frota adquirida ter a pintura da Gontijo, ou carros da São Geraldo serem recaracterizados, entre outras possibilidades que ao longo dos anos, farão a marca São Geraldo desaparecer das estradas.
 

Gontijo operando linha da São Geraldo

Com mais de 1.829 veículos, a Gontijo atua em 21 estados e no Distrito Federal, em mais de 100 rotas.
 
O Grupo na Paraíba
 
As duas empresas atuam na Paraíba. A São Geraldo tem seus roteiros mais concentrados nos terminais rodoviários de João Pessoa e Campina Grande, enquanto a Gontijo se concentra no Terminal Rodoviário de Patos, não tendo linha ainda para João Pessoa. Ainda.


A São Geraldo atua na Paraíba com as linhas João Pessoa X Maceió, João Pessoa X Rio de Janeiro e Campina Grande X Salvador, que por consequência da fusão, passarão a ser operadas pela Gontijo. Já a Gontijo opera as linhas Patos X Rio de Janeiro e Patos X São Paulo, e com a fusão, passa a atuar em todo o estado, alcance esse conseguido por empresas como Itapemirim e Guanabara.


Com a fusão, a Gontijo assume, além das três linhas da São Geraldo, sua garagem situada no bairro Cidade dos Funcionários, em João Pessoa, a qual foi inaugurada há 30 anos.

O Portal Ônibus Paraibanos vai acompanhar a evolução dos fatos e informará nos próximos dias mais detalhes da fusão e acontecimentos relacionados a ela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança