MP-Procon realiza ação com empresas de ônibus para conscientizar operadores da importância do combate à violência contra o consumidor

Fonte:
News Comunicação
Foto: Rodrigo Gomes


O promotor de Justiça e diretor-geral do Programa
de Defesa do Consumidor do Ministério Público da Paraíba, Francisco Glauberto
Bezerra participou, nesta sexta-feira (28), da primeira atividade que vai unir
empresas de ônibus da capital e MP-Procon PB com o objetivo de debater a
violência contra o consumidor. A primeira ação desta parceria, que também conta
com a participação do Movpaz, através de seu coordenador, Almir Laureano, e da
Escola Estadual do Consumidor, aconteceu na garagem da Unitrans, pela manhã e à
tarde. O encontro com os operadores das demais empresas do sistema de transporte
público da capital acontece dentro de quinze dias, na sede do Sest/Senat. Neste
primeiro dia, cerca de 700 operadores participaram da ação.

Em sua explanação, o promotor Glauberto Bezerra fez
a distinção da violência que assusta as pessoas, que tem ligação com questões
de segurança pública, da violência contra a cidadania, que é o principal foco
dos trabalhos que serão desenvolvidos com os operadores de transporte público.
“Quando o cidadão precisa de um serviço público, como por exemplo, um atendimento
em hospital do SUS e não é bem atendido, ele sofre uma violência contra sua
cidadania, da mesma forma que quem compra um produto vencido, estragado ou
quebrado, toma remédio ou uma bebida falsificada. Esses são casos de violência
silenciosa que são cometidos e que a sociedade às vezes nem percebe, mas que
precisamos combater com veemência”, disse Glauberto.

O promotor lembrou ainda da importância social do
operador de ônibus e do papel dele de transportar a maior parte da força de
trabalho que movimenta a economia das cidades. “Vocês já pararam para pensar o
tamanho do compromisso que vocês têm com a sociedade e quanto vocês devem
redobrar a atenção com aqueles consumidores especiais que são os idosos, as
mulheres grávidas, crianças, o portador de necessidades especiais e que quando
vocês deixam de cumprir com o dever de bem transportar as pessoas falham com
esse compromisso e cometem também uma violência”, destacou Glauberto,
reconhecendo o compromisso social do Sindicato das Empresas de Transportes Coletivos
Urbanos de João Pessoa (Sintur) e das empresas que ele representa na busca da
melhoria dos serviços prestados ao consumido pessoense.
Antes de Glauberto Bezerra, o coordenador do
Movpaz, Almir Laureano, também fez uma palestra com enfoque no que as pessoas
devem fazer para dar sua contribuição no fomento a paz e combate a violência.
No encerramento das atividades, o diretor da Unitrans, empresário Alberto
Pereira, enalteceu o papel do Ministério Público como sendo um órgão que tem
uma ação primordial na melhoria da sociedade, lembrou o esforço da empresa em
orientar e capacitar seus operadores, fez referência as ações de alguns órgão
públicos e por fim agradeceu a disponibilidade do promotor de justiça Glauberto
Bezerra de se colocar à disposição para realizar esse trabalho de
conscientização para os operadores. “Nós já somos bons, mas sempre podemos
melhorar em algum aspecto”, disse Alberto, encerrando o evento que também teve
a participação do diretor executivo do Sintur-JP, Mário Tourinho, das duas
diretoras da Unitrans, Larissa Nascimento e Lorena Dantas e ainda do gerente de
trafego da empresa, Adeilton Nascimento.
Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.