Corredor Norte-Sul fica para dezembro

Fonte: NE 10
Foto: Sérgio Bernardo

Previsto para estar em pleno funcionamento na Copa do Mundo, o Corredor
Norte-Sul só deverá ser concluído um ano e meio após a competição, em dezembro deste ano. É o que anuncia a Secretaria das Cidades, responsável pela obra viária. Após vários atrasos nos últimos anos, o órgão já havia prometido terminá-la em junho, mas não cumpriu o prazo e programou a inauguração para este mês. Novamente, o corredor, que vai do Recife até Igarassu, não virou realidade.

Segundo a Secretaria das Cidades, houve dificuldades com relação a materiais e mão de obra. Em julho, a justificativa era a chuva. Para o órgão, esses são obstáculos comuns a empreendimentos. O orçamento previsto inicialmente era de R$ 151 milhões, mas deve acabar custando R$ 180 milhões.

A pasta estima que cerca de 90% do Norte-Sul foram concluídos, com 22 estações e cinco linhas de BRT (Bus Rapid Transit) em funcionamento. Mesmo assim, sem a conclusão do corredor, veículos comprados para atendê-lo se estragam sob sol e chuva nas garagens das empresas. Além disso, não há redução no tempo das viagens, que é o propósito do sistema, já que nem todas as faixas exclusivas estão delimitadas.

Agora, faltam três paradas específicas desse modal. Uma delas é no Complexo de Salgadinho, que está em obras.

As outras são em frente ao Mercado de Santo Amaro e ao Centro de Convenções, mas sequer começaram a ser erguidas. Em junho, o gerente de Mobilidade da secretaria, Gustavo Gurgel, explicou que ainda faltam ser feitas, inclusive, algumas desapropriações no Centro do Recife para que a construção seja iniciada.

Entretanto, esse não é o único problema. Resta ainda fazer a passarela São Francisco, na PE-15, em Olinda. Esse equipamento facilitará o acesso dos
passageiros ao BRT na rodovia.

O Terminal Integrado de Abreu e Lima também está em obra. Já com mais de um ano de atraso, o TI foi prometido, no início de 2015, para abril. Ficou para oito meses depois. O terminal tem orçamento de R$ 9,5 milhões e atenderá, quando estiver pronto, 10 linhas de ônibus.  

LESTE-OESTE – Se as obras do Norte-Sul estão a passos lentos, no Leste-Oeste, do Recife até Camaragibe, a situação é ainda pior: a construção está parada. Isso aconteceu há mais de um semestre, após problemas com a empreiteira responsável, a Mendes Júnior. O contrato não foi renovado e um novo processo licitatório para escolher a empresa que terminará o corredor foi iniciado. O custo, que era de R$ 168 milhões, deverá aumentar. Ainda não há prazo para a retomada da obra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Vissta Buss 360 da 1001 Torino da Turp Transporte Viação Águia Branca estreia o Marcopolo G8 Apache Vip V da Transportes Flores Apache Vip IV da Auto Viação Vera Cruz Viação Águia Branca recebe os primeiros Marcopolo G8 Apache Vip IV da Viação Araçatuba Novos chassis rodoviários Volvo para longas distâncias Apache Vip IV com a nova identidade da N.S. Penha As novidades da Opção Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 07/2021 Apache Vip V da 1001