Rio Tinto está operando linhas da Bela Vista

Fonte: Portal Ônibus Paraibanos
Texto: Josivandro Avelar
Fotos: Fábio Gonçalves / Kristofer Oliveira

Nos últimos dias, os passageiros das linhas que partem de João Pessoa com destino aos municípios de Itatuba e Serra Redonda foram surpreendidos com veículos da Rio Tinto operando as linhas, que pertencem à Empresa Rodoviária Bela Vista.

Não se sabe exatamente por qual motivo essa operação acontece, mas ela é válida, até aqui, por tempo indeterminado. A Bela Vista segue operando os demais destinos os quais ela detém concessão, como as linhas que partem de João Pessoa com destino à Arara, Areia e Alagoa Grande, entre outros.

Apesar das operações nas linhas de Itatuba e Serra Redonda ser de caráter de serviço – a Bela Vista vende as passagens, mas a Rio Tinto cede os carros -, não se descarta a possibilidade da Viação Rio Tinto vir a assumir as linhas definitivamente. É sabido que a Empresa Rodoviária Bela Vista vem mantendo as linhas que opera dentro das suas possibilidades, mas com certa dificuldade, diante da concorrência com o transporte alternativo e de outros fatores que levaram várias empresas paraibanas a serem vendidas ou fechadas nos últimos anos.

Vale lembrar que as duas empresas já pertenceram a mesma família Azevedo – hoje somente a Bela Vista pertence a eles. Durante o tempo que pertenceram a mesma família, as duas empresas já compartilharam operações num passado não muito distante. Após a troca de controle acionário, a Viação Rio Tinto só se expandiu, passando a atender novos destinos nos últimos 15 anos. A última expansão se deu com a aquisição das linhas rodoviárias da Boa Viagem, no final de 2009, e mais posteriormente, a aquisição da Paraibano e de sua única linha, a João Pessoa X Nova Cruz (RN).

A Bela Vista manteve seus roteiros da maneira que podia, mas teve que agregar alguns deles em poucas linhas, diante da demanda em queda constante devido aos fatores que são conhecidos de toda empresa rodoviária intermunicipal paraibana. A empresa chegou a adquirir seminovos e ensaiou até um recomeço com a aquisição de um Roma 370 encarroçado sob chassi 18-320 da Volkswagen. Porém, o veículo foi capotado em um incidente onde o mesmo foi roubado, poucos meses depois da compra.

O mais novo capítulo da história do transporte rodoviário intermunicipal paraibano começou a ser escrito nessa semana, e dessa vez uniu as trajetórias da Rio Tinto e da Bela Vista mais uma vez. Resta saber o que será do futuro dessa parceria, afinal, são as trajetórias de duas das mais tradicionais marcas remanescentes do transporte rodoviário da Paraíba. As compras que a Rio Tinto tem feito nos últimos dias são efeito disso; os dois últimos veículos adquiridos pela Rio Tinto estão operando à serviço da Bela Vista.

São duas trajetórias que de pontos distintos se unem: de um lado, uma empresa que precisa de uma nova chance para se reerguer. Do outro, uma empresa que enxerga uma nova chance de se expandir. São duas marcas tradicionais escrevendo suas próprias histórias. Resta acompanhar os próximos capítulos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Busscar Vissta Buss DD da Auto Viação Catarinense A nova linha Marcopolo G8 Paradiso DD Rota Transportes com soluções Marcopolo BioSafe Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 06/2021 O novo Apache Vip Os raros El Buss da Gontijo Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental