Novidades na Mandacaruense: Torino e o último dos Sveltos‏

Fonte: Portal Ônibus Paraibanos
Texto: Josivandro Avelar
Fotos: Heron Junior

A Mandacaruense segue investindo na renovação da sua frota. Visando reduzir a idade média e elevar o número de veículos adaptados para cadeirantes disponíveis para a população, a empresa está finalizando mais dois veículos que logo deverão estar nas ruas da capital paraibana.

O primeiro deles é o novo 0405. Substituindo um Apache Vip I que atualmente serve como consultório móvel para a SOS Otorrino, o seu sucessor também será adaptado, porém terá três portas.

O novo 0405 será um Marcopolo Torino, encarroçado sob o chassi OF-1722 da Mercedes-Benz. É o primeiro Torino de 3 portas que a empresa adquire.

O veículo era o 33024 da extinta empresa Rota Expressa, de Fortaleza. É a mesma empresa de onde vieram os 5 Torinos que a Marcos da Silva adquiriu em maio deste ano.

Adaptado para cadeirantes, o veículo possui elevador instalado na porta do meio do veículo. É equipado também com um letreiro eletrônico de 1 linha da FRT. Será escalado na linha 1001-Bairro das Indústrias/Via Shopping, de acordo com a empresa.

Falta um Svelto

Há exatamente um ano, a Mandacaruense adquiriu quatro Sveltos 2008 que pertenceram inicialmente à extinta Auto Viação Santa Cruz, de Jaboatão dos Guararapes-PE. Antes de virem para a Mandacaruense, operaram na Metro de Bayeux junto a outras 11 unidades idênticas, totalizando 15 veículos.

Desses 15 veículos, 4 terminaram sendo devolvidos pela Metro. A Mandacaruense os adquiriu e os submeteu a um longo processo de reformas e adequações ao sistema. Três desses veículos já estão em plena circulação: 0419, 0441 e 0467.

Mas faltava um, certo? Aí está ele. A reforma está quase concluída e o veículo logo deve operar. A empresa ainda não definiu a numeração do Svelto.

O carro mais antigo a rodar na frota da Mandacaruense é o 0403, fabricado em 2005.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.