STTP cria Sistema de Informação ao passageiro é selecionada pelo Google Transit

Fonte: Paraíba.com.br
Foto: Rodrigo Gomes

Um sistema de  informação ao passageiro do transporte público por ônibus,
baseado em GIS, chamado de SIOM, desenvolvido pela Superintendência de Trânsito e Transporte Público de Campina Grande, depois de atender a todos os pré-requisitos, acabou de ser selecionada como instituição parceira do Google Transit.

Hoje no Brasil existem 22 cidades cobertas pelo Google Transit, dessas 14 foram as sedes da Copa. As demais são regiões metropolitanas, No nordeste, o serviço está disponibilizado apenas para Fortaleza, Recife, e Salvador (todas sedes da copa).

Desenvolvido por servidores da própria Autarquia, sob a coordenação de Hélder de Barros e Alysson Costa, tem como objetivo principal repassar informações sobre as linhas, rotas, itinerários e horários diretamente pela rede mundial de  computadores. No sistema, os passageiros podem visualizar um mapa interativo onde podem selecionar um ponto de parada específico e se verificar qual rota passa por aquele determinado ponto.

Esta ferramenta tem contribuído bastante com os trabalhos acadêmicos das várias universidades da cidade que tem orientado seus alunos a buscarem a STTP para informações sobre o transporte, relevantes para os seus trabalhos.

O Google Transit no Google Maps é uma ferramenta de planejamento para transporte público que combina os dados mais recentes da STTP com o alcance do Google Maps. Ele integra paradas,  trajetos, grades de horários e informações sobre tarifas de transporte público para facilitar e agilizar o planejamento de viagens.

O banco de dados possui informações que incluem linhas, rotas, horários, número de paradas, distância e, em alguns casos, o total da tarifa. O sistema pode ser acessado a partir do Google Maps, tanto em versões desktop e dispositivos móveis iOS e Android.

O Google Transit foi lançado no final de 2005 nos Estados Unidos e desde então está presente em mais de 2,8 mil cidades do mundo, incluindo 22 brasileiras. Segundo o Google, o recurso possui informações de mais de um milhão de pontos de ônibus, estações de metrô, trem e balsa, com cobertura superior a um bilhão de quilômetros por dia, em todo o mundo.  

Projeto Piloto – Mas, para a Prefeitura de Campina Grande conquistar essa certificação tudo teve início ainda em 2013, com o início dos trabalhos de pesquisa dos técnicos da STTP, lotados na Gerência de Transportes, e sob a coordenação do servidor Hélder de Barros.

Os dados captados através de várias ferramentas como o GPS, permitiram a criação, o armazenamento e alimentação do SIOM – Sistema de Informação, Operação e Monitoramento de Transporte Público.

O SIOM é um projeto piloto que busca, como objetivo principal, o serviço de rastreamento e monitoramento dos ônibus da cidade de Campina Grande, integrando-o ao sistema de bilhetagem eletrônica já instalada no município.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Vissta Buss 360 da 1001 Torino da Turp Transporte Viação Águia Branca estreia o Marcopolo G8 Apache Vip V da Transportes Flores Apache Vip IV da Auto Viação Vera Cruz Viação Águia Branca recebe os primeiros Marcopolo G8 Apache Vip IV da Viação Araçatuba Novos chassis rodoviários Volvo para longas distâncias Apache Vip IV com a nova identidade da N.S. Penha As novidades da Opção Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 07/2021 Apache Vip V da 1001