Ônibus rodoviários Scania no Chile serão equipados com LDW e ACC

Fonte:
Scania
Foto: Divulgação


O Chile será o primeiro país na
América Latina a receber uma frota de ônibus equipada com opcionais do Pacote
de Segurança Ativa da Scania. O pacote está disponível na plataforma para
ônibus rodoviários e reúne um conjunto de funções de alta tecnologia
desenvolvido especialmente para aumentar a segurança no trânsito.

São
10 ônibus do modelo
K400 IB6x2, com carroceria G7 1800 DD da Marcopolo, e foram adquiridos pelo
Grupo ETM, empresa que opera no transporte rodoviário do país há 50 anos. Os
veículos estão equipados com dois opcionais do Pacote de Segurança Ativa: o
Lane Departure Warning (LDW), que avisa o motorista se o ônibus estiver saindo
da pista, e o Adaptive Cruise Control (ACC), que auxilia na manutenção da
distância em relação ao veículo à frente.
 
O mercado
chileno é um dos mais rigorosos da América Latina na busca por dispositivos de segurança
rodoviária, embora a demanda por esses itens também esteja crescendo em outros
países da região. “As normativas do Chile quanto ao nível de segurança são
muito altas, por esse motivo o cliente procurou tecnologias mais avançadas, e a
Scania entregou um pacote de soluções adequado à necessidade dele”, explica
André Oliveira, responsável pelo portfólio de ônibus da Scania para a América
Latina.
 
Além
do LDW e do ACC, o Pacote de Segurança Ativa também conta com uma terceira
opção, a função Advanced Emergency Breaking (AEB), um sistema de frenagem de
emergência que evita colisão frontal. “Essas funções, que já fazem parte do
portfólio global da Scania para auxiliar o motorista na condução segura, agora
estão disponíveis para o portfólio de ônibus rodoviários na América Latina”,
acrescenta André.
 
Como funcionam
 
O
AEB é um sistema de frenagem de emergência. Essa função alerta o motorista do
risco de colisão frontal em relação a um veículo em
movimento ou parado à frente. O sistema faz soar um alarme visual e sonoro para
alertar do risco de colisão, e caso o motorista não reaja o banco vibra e a
velocidade do ônibus é reduzida automaticamente. Se esses alertas não forem o
suficiente, os freios são acionados com a diminuição progressiva de velocidade
de 10km/h por segundo. O sistema AEB é ativado em velocidades acima dos 15km/h.
 
O
LDW, conhecido também como sensor de advertência de saída de pista, avisa o
motorista, por meio de um sistema de vibração no banco, caso o veículo esteja
na iminência de atravessar involuntariamente a faixa da pista. A função é
ativada a partir de 60km/h.
O
ACC, ou controle de cruzeiro adaptável, representa uma comodidade para o
motorista e o ajuda a manter-se a uma determinada distância/intervalo de tempo
do carro à frente. Essa distância pode ser configurada pelo motorista.
Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.