Prefeito diz que CEF quer inviabilizar projeto de R$ 1 milhão para a reforma do Terminal Rodoviário em Sousa

Fonte:
Folha do sertão
Foto:
Divulgação



O Prefeito do Município de Sousa, André Gadelha tem prazo até hoje para
garantir um convênio federal no valor de R$ 1,070 milhão junto a Caixa
Econômica Federal para a ampliação e reforma do Terminal Rodoviário, Edilmar de
Paiva Gadelha.

Conforme
André, a presidenta Dilma de alguma maneira está querendo prejudicar os
prefeitos do País nesta época de dificuldade financeira.
 
O
Município de Sousa conseguiu sair da inadimplência mediante liminar de convênio
federal de 2006. Com isso, o Deputado Federal Leonardo Gadelha locou os
recursos para a reforma e ampliação do Terminal Rodoviário em 2013, e agora a
CEF quer impedir a liberação, alegando as razões do convênio de 2006.
 
Nesta
terça-feira (14) se encontra em Brasília o Vereador, Renato Soares, e também o
Deputado Estadual, Renato Gadelha na tentativa de desbloquearem os recursos.
 
Para
André Gadelha isso é sinal que o governo não tem recurso suficiente para
liberar as emendas parlamentares, e procura de alguma maneira obstacular.
 

Vamos lutar até o fim para que essa emenda do deputado Leonardo Gadelha seja
liberada urgentemente, por que já ganhamos o problema na justiça, mas mesmo
assim continuamos sendo impedidos pela CEF de assinamos o convênio, disse o
prefeito.
 
O
Terminal Rodoviário do Município de Sousa teve seu teto arrancado pela força do
vento ano passado. Precisa urgentemente de uma ampla reforma, e ampliação para
receber os passageiros que chegam de vários pontos do Brasil para visitarem a
Terra do Vale dos Dinossauros, berço importante do turismo da Paraíba.

1 comentário em “Prefeito diz que CEF quer inviabilizar projeto de R$ 1 milhão para a reforma do Terminal Rodoviário em Sousa”

  1. Josivandro ou kristofer, boa tarde, gostaria se houvesse a possibilidade de vocês, pois vcs tem acesso a unitrans (acredito), fizessem uma matéria sobre os motoristas que cobram como está a situação pois está muito ruim, o motorista está correndo mais pois tem que cumprir horário. Josivandro tinha falado que o 203 tinha dois carros reserva sem cobrador pois a empresa não tinha carro com cobrador disponível para a mesma, mas repito eles estão colocando aos poucos a próxima linha a ficar sem cobrador provavelmente será a 203 – mang. rangel, pode ver que mudaram seu itinerário colocando mangabeira por dentro já pra ficar sem cobrador (mudança essa muito boa, pois interliga mangabeira, e dá suporte a Mangabeira por dentro, pois só tem o 2515 que demora mais que tudo, sei que vcs tem suas atividades do dia-dia, mas do jeito que está é horrível andar num 203 que só anda em sua maior parte do tempo lotado. Eu os agradeço e que Deus os abençoe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
A nova linha Marcopolo G8 Paradiso DD Rota Transportes com soluções Marcopolo BioSafe Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 06/2021 O novo Apache Vip Os raros El Buss da Gontijo Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa