Rio Largo, Alagoas: frota de ônibus intermunicipal é 100% renovada, anuncia Arsal

Fonte:  Arsal
Fotos: Felipe Rocha



“Espero que seja tudo de bom… Acho que vai melhorar muito a vida de quem
precisa desse transporte todo dia e a gente terá mais respeito. Essa mudança
traz esperança de dias melhores para os usuários dessas linhas”. Com essas
palavras, a comerciante Maria de Fátima Siqueira, de 58 anos, resumiu sua
expectativa em relação ao início das atividades da Auto Viação Veleiro –
previsto para o próximo sábado, 11 – no Sistema de Transporte Rodoviário
Intermunicipal de Passageiros na região de Rio Largo.

A
comerciante é uma dos cerca de 20 mil passageiros que serão beneficiados com a
renovação de 100% da frota e o aumento de 10% no número de ônibus nas linhas
metropolitanas Maceió/Rio Largo (via Mata do Rolo e via Gustavo Paiva),
Maceió/Aeroporto Zumbi dos Palmares (via Ponta Verde e via Terminal Rodoviário)
e Maceió/Cruzeiro do Sul.
 
Desde
que a Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal) foi
criada, há quase 15 anos, é a primeira vez que uma frota de ônibus
intermunicipal é renovada integralmente em toda uma região.

“Partimos
do zero para 100% também em termos de acessibilidade dos veículos. Serão 38
ônibus seminovos em operação, quatro a mais do que existe hoje, e todos
equipados com elevadores para cadeirantes, em conformidade com a legislação e
em atendimento a recomendações do Ministério Público e a um pleito antigo da
categoria”, destacou Fábio Calheiros, diretor de Transporte da Arsal, lembrando
que nesta quinta-feira, 09, às 15h, a Auto Viação Veleiro apresenta parte dessa
frota no Terminal Rodoviário João Paulo II, em Maceió.
 
Reclamações
 
Os
ônibus da Veleiro irão substituir os coletivos da empresa Tropical Ltda. nas
linhas intermunicipais metropolitanas de Rio Largo e seu entorno. Após vários
prazos concedidos, a Tropical teve as atividades suspensas pela Arsal em 2014,
devido a não adequação de sua frota em relação à idade, conservação e
acessibilidade.

Entre
2014 e o primeiro trimestre de 2015, uma das principais reclamações registradas
na Ouvidoria da Arsal na área de Transporte Intermunicipal foi em relação à
frota da região.
 
“O
transporte sempre foi precário, mas agora está o caos, cada dia pior. Os ônibus
estão sempre superlotados, em péssimo estado de conservação e quebram com
frequência. As cadeiras são velhas e, quando chove, temos que usar
guarda-chuvas dentro do ônibus por conta dos buracos no teto”, afirmou Maria de
Fátima, que utiliza diariamente as linhas Maceió/Aeroporto Zumbi dos Palmares e
Maceió/Cruzeiro do Sul. “Pagamos passagem igual aos passageiros de outras
linhas, mas parece que estamos em ônibus de carregar boi”, concluiu.

A
acessibilidade está prevista na Lei Federal 12.587, de 2012, que Institui as
diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana, englobando a
acessibilidade para pessoas com deficiência e restrição de mobilidade no
transporte público coletivo intermunicipal de caráter urbano. A adaptação dos
coletivos da empresa Tropical também foi alvo, reiteradas vezes, de
recomendação por parte do MPE.
 
Histórico
 
Conforme
o contrato de autorização provisória firmado há cerca de 45 dias com a Arsal, a
Veleiro assumirá, pelo prazo de 180 dias, as linhas até então operadas pela
Tropical, que teve as atividades suspensas pela Agência Reguladora no ano
passado, mas continuou operando por liminar judicial.
No
começo de janeiro deste ano, a liminar foi derrubada pelo presidente do
Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), desembargador Washington Luiz. Ele
determinou a manutenção do ato administrativo da Agência Reguladora suspendendo
as atividades da empresa de ônibus, para fazer cumprir a legislação específica
e para “resguardar a segurança e acessibilidade dos usuários que utilizam o
serviço público de transporte da empresa permissionária”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.