Marcopolo apresenta a nova versão do Ideale – e é impossível não comparar com o Audace

Fonte: Portal Ônibus Paraibanos
Matéria/Texto: Josivandro Avelar
Fotos: Reprodução Marcopolo


O Ideale, modelo rodoviário intermunicipal e de fretamento da Marcopolo, passa pela sua primeira remodelação desde que foi lançado, em 2006. Apresentado discretamente pela encarroçadora gaúcha em seu site, o novo Ideale deixa de se assemelhar ao Senior Midi e passa a ter como inspiração o Audace.

O Ideale e o Audace são basicamente voltados ao frotista intermunicipal, turístico e de fretamento, e o que a Marcopolo deixa claro com o facelift do Ideale é que esse frotista agora passa a ter opções conforme suas possibilidades. Enquanto o Audace possui elementos e linhas mais sofisticadas, o Ideale possui itens mais básicos e linhas mais leves, sendo portanto um produto de categoria abaixo do Audace – resumindo, um modelo de entrada.
Mais largo

O novo Ideale é 50 mm mais largo que a versão antiga; 2.55 m. Além disso, a carroceria pode chegar a 12.7 m de comprimento – a anterior podia chegar até 12.64 m – e a 3.48 m de altura sem o ar condicionado – a anterior podia chegar até 3.41 m – sendo  mais alto que o Audace, cuja altura chega a 2.55 m. No mais, as medidas de largura e comprimento são as mesmas do Audace.
As saias laterais passam a medir 800 mm, possibilitando uma maior capacidade no bagageiro. A iluminação lateral é em LED – item presente em praticamente toda a iluminação e faróis do novo Ideale, que diferem dos do Audace por ainda remeterem às formas redondas da versão anterior.
Outro detalhe da carroceria que o Ideale herda do Audace é a porta, que passa a ser in-swing, ou seja, a porta se abre lateralmente para dentro, tal como no modelo mais sofisticado da encarroçadora.
Novo painel

O novo Ideale agora dispõe de multiplex de série no painel, facilitando a operação do veículo pelo motorista. O painel é o mesmo encontrado no Viale articulado.
Novo interior

Os porta-pacotes – e não tinha como ser diferente – passam a ter iluminação em LED. 
A grande novidade do interior do novo Ideale quem vai sentir é o passageiro: as poltronas executivas mudaram; sai a versão 1000, entra a 1005.

Outros detalhes

A capacidade máxima do Ideale, no básico, é de 48 passageiros + motorista + auxiliar, sem sanitário – a do Audace é exatamente quase isso, 46 mais o sanitário. Essa é uma das diferenças básicas entre um e outro; o Ideale não possui sanitário, diferente do Audace, que oferece essa opção.
A Marcopolo desse modo procura aproximar o Ideale da linha G7, uma vez que esse é um modelo de entrada na linha rodoviária da encarroçadora. Além de atrair o novo cliente ou aquele que talvez nunca tenha a oportunidade de possuir um veículo de maior categoria, ele ainda fideliza o antigo cliente ao colocar o produto em intercâmbio e sinergia com os demais modelos rodoviários da encarroçadora gaúcha.
O antigo Ideale 770 – que permanece em linha até segunda ordem, tal como o Torino 2007 – é encarroçado em chassis dianteiros e traseiros – até aqui, o novo Ideale oferece apenas a opção de encarroçamento em chassis dianteiros, embora não se descarte a possibilidade da opção de chassi traseiro ser disponibilizada também.
Lançado em 2006 – na prática substituindo o Allegro – o Ideale 770 logo caiu no gosto dos frotistas, principalmente os operadores de linhas rodoviárias de curta e média distância. Várias empresas rodoviárias e de turismo da Paraíba possuem esse modelo em suas frotas. Além dele, era disponibilizada a versão 600 do Ideale – que na realidade nada mais é que um Senior Midi de 1 porta e configuração semirodoviária.
Agora, o modelo repaginado está pronto para, quem sabe, cair na graça dos frotistas tal como a versão anterior. E ser a porta de entrada de quem planeja ainda adquirir o Audace – talvez essa seja a intenção da Marcopolo em aproximar o Ideale do Audace; quanto mais o cliente exige conforto, mais diferenciais são exigidos do frotista – e desse modo, a Marcopolo fideliza o cliente.
É mais ou menos por aí. E esperamos que a Marcopolo tenha a mesma sinergia em relação à linha Senior – a qual não se sabe se ela também irá repaginar a linha de micros, que já completa 10 anos de sua última versão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança