O banco de reservas da Transnacional está sendo renovado – e vai dando fim aos 1721 E2

Fonte:
Portal Ônibus Paraibanos
Matéria / Texto: Josivandro Avelar
Fotos: JC Barboza/Thiago Martins de Souza

 

A Transnacional está reativando veículos
que foram baixados ano passado para reforçar a reserva técnica – os
veículos que ficam de prontidão na garagem e que substituem veículos
fixos que quebram ou são escalados em outras linhas. Mais do que somente
diminuir a idade média dessa frota específica, o objetivo é dar mais
uniformidade aos chassis da empresa. Pois ela está baixando os últimos
veículos do chassi OF-1721 Euro 2 que ainda rodavam na frota.

No final de fevereiro, foram
reativados mais 6 carros, que receberam as numerações dos antigos
veículos que ocuparam a reserva técnica:
  • 0749 > ex-0779 (e ex-0744 de Campina Grande – reserva das linhas de dupla função)
  • 0752 > ex-0766
  • 0753 > ex-0799
  • 0756 > ex-0719
  • 0786 > ex-07116
  • 0787 > ex-0762
Os Viales devem ocupar a reserva da
maioria das linhas da empresa. Já o 0749 (que fora o 0779 da empresa e
passou seis meses em Campina Grande como 0744) será reserva das linhas
de dupla função (I006, 201, 204, 304, 2307 e 3207), além das linhas do
sistema tetéu, que operam na madrugada.

Fabricado entre 1998 e
2004, o chassi OF-1721 Euro 2 da Mercedes-Benz vai encerrando sua saga
na Transnacional, onde encarroçou os modelos Torino GV, Torino 1999 e
Viale, da Marcopolo. O último OF-1721 Euro 2 a ser desativado será o
veículo 0735, das linhas de dupla função e que atua na linha
I006-Integração Anatólia.

Outros veículos já haviam sido substituídos ano passado:
  • 0720 > ex-0763
  • 0722 > ex-07104 (envolvido no acidente de 9 de fevereiro na Epitácio, não se sabe se volta ou se será substituído novamente)
  • 0739 > ex-07117
  • 0745 > ex-07106 (que já fora 0741 na TN pessoense)
  • 0750 > ex-0704 da TN campinense
  • 0761 > ex-0778

Os veículos desativados ultrapassaram 11 anos de uso. Como cumprem função específica de reservas,
foram substituídos por veículos de oito anos, ficando por dois na
empresa, uma vez que podem ser empregados tanto na reserva das linhas
quanto por aluguel específico.
A Marcos da Silva vai ser a última a desativar os OF-1721 E2

Antes
da Transnacional, os veículos com o chassi OF-1721 E2 já haviam sido
desativados na Reunidas (2013 na frota municipal), São Jorge (2014),
Mandacaruense (2014) e Santa Maria (2013).


A última empresa que o
fará no sistema municipal será a Marcos da Silva. Ainda rodam 4
veículos com o chassi na empresa: dois Torinos GV2 (Torino 1999 ou
Torino G6) ano 2004, prefixos 0940 e 0942 (ex-Viação N.S. de Lourdes do
Rio de Janeiro) e dois Viales, 0963 e 0964 (adquiridos zero quilômetro).

2 comentários em “O banco de reservas da Transnacional está sendo renovado – e vai dando fim aos 1721 E2”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança