Composição de VLT quebra e sofre ato de vandalismo na Paraíba, diz CBTU

Fonte:
G1 Paraíba
Foto: Divulgação




Uma das composições do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) que circula na grnade João Pessoa teve
um problema técnico e sofreu seu segundo ato de vandalismo nesta quarta-feira
(4). O incidente aconteceu por volta das 12h30, próximo à estação do município
de Santa Rita. Segundo a assessoria de imprensa da Companhia Brasileira de
Trens Urbanos (CBTU), o lixo que estava no trilho danificou uma mangueira do
sistema de freios e portas do veículo.

Além
disso, com a parada do VLT um homem riscou a lateral de um dos três carros que
fazem parte da composição. O primeiro ato de
vandalismo ocorreu em uma viagem de teste na Capital paraibana, quando pedras
foram arremessadas contra o veículo. O VLT começou a operar na
segunda-feira (2).
 
O
problema técnico ocorreu ainda no município de Bayeux, onde, de
acordo com a assessoria da CBTU, havia lixo aglomerado pelos trilhos, apesar de
ter sido realizada uma solicitação prévia à Prefeitura de Bayeux para a
retirada do material, que poderia prejudicar o funcionamento das composições do
VLT. O lixo danificou a mangueira que alimenta o freio e o fucionamento das
portas.
 
O
VLT é um tipo de trem mais moderno, rápido e seguro e a entrega e funcionamento
dos veículos faz parte do projeto de modernização do sistema de trens urbanos
de João Pessoa. Cada composição do VLT tem três carros e capacidade para 600
pessoas. Os veículos irão operar na malha ferroviária atual de 30km ligando as
cidades de Santa Rita e Cabedelo,
passando por Bayeux e João Pessoa.
 
Mesmo
danificada, a composição ainda conseguir seguir o trajeto até as proximidades
da estação do município de Santa Rita, onde os passageiros desceram dos carros
e uma outra composição rebocou a que estava quebrada, levando-a até a cidade de
Cabedelo, onde devem ser feitos os reparos em um oficina. Na quinta-feira (5),
as viagens devem ser normalizadas.
 
O G1 fez contato com a
prefeitura de Bayeux, mas as ligações não foram atendidas.
 
Em
relação ao ato da vandalismo, a CBTU informou que um homem se aproveitou da
parada do veículo e fez um risco na sua lateral, fugindo em seguida. Apesar de
não ter sido detido no momento do ato, a segurança da CBTU está averiguando
imagens de câmeras de segurança para identificar o responsável.

dois dias, o superintendente da CBTU em João Pessoa, Wladme Macedo, pediu o empenho
e a participação dos passageiros e moradores da região para preservar o VLT.
“Nós estamos preparando uma campanha educativa para chamar a atenção de todos
para a importância e necessidade de mantermos o VLT sempre em condições de
tráfego para que todos desfrutem de uma viagem com segurança e comodidade”,
disse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança