Em Aracaju, ônibus, R$ 2,70?!…

Fonte:
Mais PB
Matéria / Texto: Mário Tourinho
Foto: Kristofer Oliveira



Nesta semana passada, face alguns escritos nossos publicados aqui no Correio da
Paraíba, três questionamentos foram-nos feitos.

O primeiro deles está no título destes escritos: “Mário, é verdade mesmo que em
Aracaju a tarifa do transporte coletivo é de R$ 2,70?!”.


Óbvio que respondemos afirmativamente (“Sim”) e isto já acontece desde antes do
Natal do ano passado, quando a tarifa de R$ 2,35, que prevalecia há cerca de um
ano, passou para os R$ 2,70 atuais. E vizinha a Aracaju, “em direção norte”,
está a outra capital, Maceió (esta, claro, capital de Alagoas), em que a atual
tarifa de R$ 2,50 encontra-se em estudos para reajuste.

Mas, acima de Aracaju, portanto “em direção sul”, vem a capital baiana,
Salvador, que reajustou para R$ 3,00, em comecinho deste ano, a tarifa de R$ 2,80
que cobrava desde o ano passado.

Entretanto, voltemos aos questionamentos feitos e nos reportemos à segunda
pergunta que nos foi feita: “Mesmo estando agora em R$ 3,50, você não acha que
a tarifa dos ônibus de São Paulo parece mais razoável que a de João Pessoa?”.

A este questionamento respondemos ao interlocutor que ele não estava conhecendo
qual o preço real da tarifa dos ônibus de São Paulo. E dissemos: a tarifa
técnica da capital paulista, o que significa a tarifa real, é de R$ 4,76. O que
lá ocorre é que R$ 1,26 de cada passagem está sendo subsidiado pela Prefeitura
paulistana, como já acontecia antes em valor ligeiramente menor, daí o
município de São Paulo haver subsidiado cerca de R$ 1,7 bilhão em 2014.

A terceira pergunta foi quanto ao que nós pessoalmente achávamos do Movimento
Passe Livre!… E sobre este tema de início esclarecemos que, não só em relação
à cidade de João Pessoa, mas praticamente em todas as cidades brasileiras já há
vários segmentos que têm, sim, o Passe Livre no transporte coletivo urbano,
começando com as pessoas de idade igual ou superior a 65 anos, benefício este
dos mais justos. Há também, como beneficiários do Passe Livre, os policiais
civis, policiais militares e carteiros da EBCT em serviço. Há ainda os
portadores de deficiência. Igualmente os oficiais de justiça… e outros. O
problema destas gratuidades está no fato de que os Governos criaram-nas e não
comprometeram os recursos orçamentários que a própria Constituição Federal
preconiza para subsidiá-las e consequentemente não encarecer o valor da
passagem paga pelos demais passageiros do transporte coletivo urbano. E, como o
espaço acabou, nesta semana completaremos os esclarecimentos a respeito.

1 comentário em “Em Aracaju, ônibus, R$ 2,70?!…”

  1. AQUI EM FEIRA DE SANTANA-BA, A TARIFA CUSTAVA R$ 2,50 DEPOIS DE PROTESTOS CAIU PARA R$ 2,35, NO ÚLTIMO SÁBADO PASSOU A VIGORAR O NOVO VALOR QUE É DE R$ 2,70. O PIOR DE TUDO É O SERVIÇO DEFASADO, APENAS DUAS EMPRESAS ATUAM NA CIDADE A VIAÇÃO PRINCESINHA E A VIAÇÃO 18 DE SETEMBRO QUE DE MESMO GRUPO.

    O VALOR DAS PASSAGENS AUMENTAM E OS ÔNIBUS QUE CIRCULAM NA MAIORIA SÃO SUCATAS ORIUNDOS DE EMPRESAS DO RIO DE JANEIRO, E DA EXTINTA BARRAMAR (GRUPO BOMFIM) DE SALVADOR. E OLHE QUE OS QUE VIERAM DA BARRAMAR SÃO OS MENOS PIORES, QUANDO SE RENOVA COM VEÍCULO NOVO SÃO EM QUANTIDADES PEQUENAS NO MÁXIMO 15 OU 20 ÔNIBUS, MUITO POUCO PARA UMA CIDADE DO PORTE DE FEIRA DE SANTANA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.