Jotude, 82 anos e uma imagem adormecida

Fonte: Blog do Gidi Santos
Fotos: Divulgação

O empresário João Evangelista Tude de Melo, nascido em 27
de dezembro de 1896 na Fazenda Mata do Diogo, em
Garanhuns, foi um dos pioneiros do transporte coletivo no Nordeste do Brasil. Arrimo de família
começou a trabalhar como mecânico, desde que sua mãe, Leonor Tude de Melo ficou
viúva. Mais tarde, conseguiu instalar sua própria oficina, depois de trocar seu
velho Ford por um terreno. A Auto Viação Progresso foi fundada por ele em 1932,
na cidade do Garanhuns, em Pernambuco.
Seu nome original era Empresa João Tude de Melo.

A
Jotude propriamente dita surge em 1983, resultado de uma cisão da Auto Viação
Progresso. Desde os seus primórdios, a Jotude esteve intrinsecamente ligada à
cidade de Garanhuns e sua região, sendo uma das maiores empregadoras e a grande
responsável pela comunicação e transporte de pessoas e mercadorias na região.
Em
1934,
a empresa estabeleceu a primeira linha regular de ônibus do Nordeste, ligando
Garanhuns a Recife. O trecho de 250 km era então
percorrido em 15 horas por estradas de terra.
No
final dos anos 1930, a empresa passou a construir
suas próprias carrocerias. Nessa época, Tude de Melo
projetou o primeiro ônibus com motor interno do país – o primeiro com frente
reta da América do Sul. Era uma configuração
bastante avançada para a época, quando ainda circulavam os ônibus com motor
externo, conhecidos como “jardineiras”, que durariam até os anos
1960.
Em
1940,
a empresa introduziu as linhas Recife-Rio
de Janeiro e Recife-São
Paulo.
Em
1952,
a Empresa João Tude de Melo transferiu-se para o Recife
e modificou sua razão social para Auto Viação Progresso
Ltda.
O
fundador, João Evangelista Tude de Melo, faleceu em Recife, em janeiro de 1981.
Esta
semana estivemos nas imediações das instalações da empresa Jotude e podemos
observar o quanto, infelizmente, degradadamente, encontra-se a empresa. Ao
longo de seus 82 anos a Jotude tem promovido geração de emprego, renda,
transporte de pessoas, valores, mercadorias, tem integrado em âmbito regional e
estadual elementos necessários para o cotidiano, responsáveis pela manutenção
da economia e vida, além da promoção do convívio entre cidadãos de culturas e
meios diferentes.
A
Jotude não mais pertence somente a um fundador proprietário, ou tão somente a
uma família que herda bens por direito, está entranhada em solo e cuidados
garanhuenses. Querida por muitos, criticada por outros, o fato é que a empresa
de Tude de Melo é marco histórico de desenvolvimento e progresso desde seu
primeiro movimento na terra da garoa.

1 comentário em “Jotude, 82 anos e uma imagem adormecida”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança