Bilhetagem reduz assaltos em Campina Grande

Fonte: Jornal da Paraíba
Foto: JC Barboza

Com o objetivo de garantir segurança e agilidade, o sistema de bilhetagem
eletrônica, implantado em Campina Grande desde 2007, vem possibilitando uma
redução significativa na quantidade de dinheiro circulando nos ônibus e, com
isso, a diminuição do número de assaltos, conforme apontou o diretor
institucional do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Campina
Grande (Sitrans), Anchieta Bernardino. A Polícia Civil também afirmou que os
números demonstram que andar de ônibus na cidade está mais seguro desde que foi
implantada a bilhetagem eletrônica.

Atualmente,
o sistema de transporte público de passageiros faz uma média de duas mil
viagens por dia, transportando mais de 100 mil pessoas, e com o uso do cartão
eletrônico Vale Mais Card, que é identificado como Vale Transporte, Passe
Cidadão, Passe Escolar e ‘Passageiro Embarcado’, a operação nos ônibus se
tornou mais ágil no embarque oferecendo mais segurança a todos. “Além de
oferecer mais segurança e agilidade no embarque, o cartão eletrônico dá direito
à integração física e temporal, o que significa mais vantagens para o
passageiro, que pode fazer até duas viagens pagando apenas uma tarifa”,
ressaltou Anchieta.
 
Outra
vantagem para o usuário do Vale Mais Card, segundo o diretor do Sitrans, é que,
no caso de extravio do cartão, os créditos ficam assegurados e podem ser
recuperados. “É por oferecer segurança e agilidade para o passageiro que o
sistema investe cada vez mais em tecnologia e estimula o cliente a fazer uso do
cartão eletrônico no seu dia a dia”, afirmou.
 
Os
usuários da bilhetagem eletrônica também são favoráveis ao uso do cartão Vale
Mais Card, pois acreditam que a ausência de dinheiro nos coletivos desestimula
a prática de assaltos. “Já fui assaltado andando de ônibus várias vezes, mas
desde que foi implantado o sistema de bilhetagem eletrônica em Campina Grande
não passei por esse tipo de insegurança”, disse João Menezes, 22 anos, que
utiliza o transporte público para se deslocar das Malvinas ao centro da cidade,
onde trabalha como comerciante.
 
NOVO SISTEMA

O transporte público de Campina Grande também adotou um novo sistema de
bilhetagem eletrônica: a biometria digital, que reconhece os usuários com um
simples toque do dedo no aparelho, evitando que outras pessoas utilizem
carteiras de estudantes ou de idosos sem ter esse direito.

RECARGA PODE SER FEITA EM MAIS DE 150 PONTOS

Além da praticidade e segurança oferecidas pelo sistema de bilhetagem
eletrônica, os usuários têm também a facilidade de comprar créditos no Terminal
de Integração de Campina Grande, no Sindicato das Empresas de Transporte de
Passageiros de Campina Grande (Sitrans), que ficam no Centro, e em mais de 150
pontos de vendas, espalhados em vários bairros da cidade. Hoje, segundo
Anchieta Bernardino, é possível recarregar seu cartão Vale Mais Card de domingo
a domingo, já que o Sitrans fechou parceria com estabelecimentos comerciais e
demais pontos que funcionam todos os dias em Campina Grande.
Um
dos pontos de vendas na cidade é o da Banca do Orlando, localizada na Praça da
Bandeira, Centro. Segundo o proprietário do local, Orlando Dantas, desde
setembro que ele está disponibilizando a recarga dos cartões da bilhetagem
eletrônica. E a grande vantagem que ele aponta é que os usuários do transporte
coletivo podem abastecer o Vale Mais Card de domingo a domingo, das 6h30 às
20h.

Orlando Dantas afirmou que os usuários também contam com outra vantagem, pois
quando abastecem o cartão com 20 passagens, os passageiros ganham mais cinco,
tendo uma economia de R$ 11,00.
Usuário
desde os 10 anos do transporte público, o estudante Guilherme Buriti, 16 anos,
mora no bairro do Catolé e se desloca todos os dias para o Centro, onde estuda.
Para ele, o que facilitou o aumento da quantidade de pontos de vendas foi a
rapidez para abastecer os cartões. “Antes, tínhamos que enfrentar longas filas
e perder uma manhã ou tarde. Hoje, mais não. Em 10 minutos, recarregamos os
cartões”, afirmou.
 
SISTEMA OFERECE PRATICIDADE E SEGURANÇA

No sistema de bilhetagem eletrônica, segundo o diretor institucional do
Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Campina Grande
(Sitrans), Anchieta Bernardino, são utilizados cartões dotados de um chip de
memória e segurança, onde ficam armazenados os créditos equivalentes ao número
de passagens que o usuário adquirir. “O cartão é recarregável, substitui o
dinheiro e os antigos passes escolares e vales-transportes de papel”, afirmou.
Para
Anchieta, a bilhetagem eletrônica, além de facilitar o embarque, descomplica a
vida dos passageiros e motoristas, que não precisam mais aguardar para receber
ou dar o troco. Mas quem embarca sem o cartão Vale Mais Card também pode pagar
a tarifa, que é R$ 2,20, com dinheiro.
 
Com
uma frota de 200 ônibus circulando e 20 transportes na reserva, as empresas
apontam que a bilhetagem eletrônica também proporcionou dados operacionais mais
precisos sobre o fluxo de passageiros e a quilometragem percorrida em cada
viagem, possibilitando uma otimização no transporte coletivo.
 
SAIBA MAIS:
 
VANTAGENS DA BILHETAGEM ELETRÔNICA

– Reduz os custos operacionais

Aprimora o controle de arrecadação

Elimina o comércio paralelo de vales-transportes

Melhores condições de trabalho para operadores de bordo que,
lidando com menos dinheiro, correm menos riscos de perda,
roubo, erro no troco, etc;

Mais conforto, facilidade e agilidade de acesso aos usuários

Mais segurança.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.