Mercedes-Benz lança dois ônibus rodoviários

Fonte: Automotive Business
Foto:
Divulgação

Mesmo diante de retração de 15,3% do mercado de ônibus,
registrada de janeiro a julho deste ano em relação a igual intervalo do ano
passado, a Mercedes-Benz considera o momento ideal para lançar dois
novos chassis do segmento de chassis rodoviários topo de linha:
um modelo 6×2 e outro 8×2, ambos com potência elevada de 408 cavalos e
desenvolvidos especificamente para o mercado brasileiro, em especial para o
turismo de luxo.

A fabricante aposta nos negócios que estão por vir. Walter Barbosa, diretor de
vendas e marketing de ônibus da Mercedes, conta que a empresa está otimista por
causa de concessões que foram autorizadas pela ANTT (Agência Nacional de
Transportes Terrestres) e que, uma vez regulamentadas, deverão contribuir para
renovação de cerca de 8 mil ônibus interestaduais.


Segundo Barbosa, o País tem hoje 570,6 mil ônibus emplacados de todos os
segmentos e com idade média de 15 anos. Desses, 105,7 mil são rodoviários (54,9
mil Mercedes-Benz), com idade média de 9,2 anos. “As novas concessões da ANTT
visam colocar em circulação veículos novos e que poderão circular por até cinco
anos. É uma iniciativa comemorada pela Mercedes e também por grandes empresas
de transporte”, comenta. O executivo acredita que a medida não deverá suavizar
a queda nas vendas deste ano, mas trará resultados importantes a partir de
2015.

Manter a liderança no segmento de ônibus acima de 8 toneladas, no qual atua, é
outro motivo que leva a Mercedes investir em novos produtos. Enquanto o
segmento registrou queda de 17,6% de janeiro a julho deste ano na comparação
com 2013, para 14,6 mil unidades, a Mercedes avançou em participação. Com 6,6
mil veículos emplacados no período, a marca aumentou em 6,6% seu market share,
que passou de 39,7% para 45,7%.

“Mesmo enfrentando um mercado desafiador, com queda de quase 18% em relação ao
ano passado, somos a marca que menos caiu. No acumulado até julho, a
Mercedes-Benz reafirmou sua liderança no segmento urbano, com 67% de
participação de mercado. Igualmente, ficou à frente no segmento rodoviário, com
40% de market share. Além disso, alcançamos 44% de participação no segmento de
transporte escolar de 15 toneladas. Os bons resultados acontecem porque temos
investido para que as nossas 200 concessionárias de veículos comerciais se
motivem a vender ônibus. O trabalho em parceria com os concessionários tem sido
bastante forte. Daí a necessidade de abastecê-los com novos produtos”, afirma
Barbosa.

OS NOVOS CHASSIS

A Mercedes-Benz já oferecia diversos ônibus rodoviários, tanto na configuração
6×2 quanto na 8×2, mas com motor de 354 cavalos e 1.600 Nm de torque. Diante da
concorrência com veículos mais potentes de outros fabricantes, a empresa
decidiu ajustar o seu powertrain. Como resultado, os novos chassis 500 RSD 6×2
(com PBT de 24 toneladas) e RSDD 8×2 (com PBT de 27 toneladas), com quarto eixo
direcional de fábrica, levam motor de 408 cavalos e 1.900 Nm de torque,
vantajoso para operações regulares de longas distâncias e para serviços
diferenciados no turismo de luxo.
O modelo 6×2 terá preço sugerido de R$ 408 mil e o 8×2, de R$ 473 mil. Ambos os
chassis ainda não estão disponíveis nas concessionárias; segundo Barbosa,
começarão a ser produzidos em São Bernardo do Campo (SP) a partir dos primeiros
pedidos.

São oferecidos de série para os novos chassis: câmbio Mercedes automatizado de
oito marchas com retarder integrado, coluna de direção regulável
pneumaticamente, sistema anti-travamento de freios ABS, controle de tração ASR,
piloto automático e sistema de elevação, rebaixamento da suspensão da
carroçaria (KNR).

Como opcionais estão disponíveis freios a disco, eixo traseiro direcional que
proporciona menos desgaste dos pneus de apoio, freio eletrônico EBS que
gerencia todos os sistemas de frenagem do veículo, além de sistema ESP de
controle da estabilidade.

O diretor calcula que o ônibus 6×2 terá entre 70 e 100 unidades vendidas no ano
que vem, enquanto que o 8×2 deverá somar de 30 a 40 emplacamentos. Atualmente,
o mercado de rodoviários consome média de 2,5 mil a 3 mil unidades por ano,
sendo 50% 4×2, 40% 6×2 e 10% 8×2. “Não é um segmento de alto volume, mas temos
boa participação, com aproximadamente 1,3 mil unidades/ano, e devemos continuar
em expansão com os lançamentos.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança