Usuários reclamam do aumento da tarifa de ônibus de João Pessoa

Fonte:
G1 Paraíba

Foto: Thiago Martins de Souza

O primeiro dia da nova tarifa de ônibus em vigor em João Pessoa gerou
reclamações entre os usuários dos transportes públicos da capital. Os usuários
questionam o aumento em relação à qualidade dos serviços prestados pela frota
de ônibus. Desde a 0h desta segunda-feira (21), a tarifa passou de R$ 2,20 para
R$ 2,35 com base no anúncio do prefeito Luciano Cartaxo no sábado (19), após
avaliar o valor de R$ 2,40 sugerido pelo Conselho Tarifário da capital.

O
auxiliar de serviços Francisco de Assis disse que vai ter tirar de outras
despesas os R$ 0,15 a mais que está pagando na passagem. “Vai ter que
economizar daqui, economizar dali, porque que é muita diferença, é”,
reclama.
 
A
estudante universitária Rafaela Brito, 23 anos, disse que sabia da proposta do
Conselho Tarifário, mas foi pega de surpresa com o aumento. “Fiquei realmente
surpresa. Achava que mesmo tendo essa proposta, por conta das manifestações do
ano passado iriam segurar esse aumento. O jeito que estou vendo agora é comprar
uma bike pelo menos para ir para a UFPB pela manhã. O aumento pesa no bolso”,
frisou.
 
A
autônoma Danielle Franco, 29 anos, reforçou que o aumento da passagem já era
esperado por ela porque ocorre diante de anúncios de aumento de outras tarifas,
como em todos os anos anteriores. Segundo ela, o problema não é o aumento, mas
não existir outras opções de locomoção. “A passagem é cara. Mas a água, a luz,
todas as tarifas são. Acho que a gente paga muito por essas coisas. Já morei em
outra cidade e o que percebo é que aqui ou se anda de ônibus ou se compra
carro, que também não resolve o problema”, disse.
 
Estudar
gastos é uma das rotinas do contador Pedro Cavalcanti, 38 anos, que viu o
aumento como inadequado para a realidade de João Pessoa. “As pessoas têm o
hábito de menosprezar os centavos, mas um aumento desses de quinze centavos
pesa no bolso, principalmente do trabalhador assalariado. Eu vejo como
inadequado porque o serviço não é bom. Deviam melhorar tudo que está errado nos
transportes e depois aumentar”, disse.
 
O
comerciário José Francisco da Silveira, 33 anos, considerou o aumento um
absurdo. “A gente vai pagar mais caro para andar cada vez mais no apertado. Eu
não entendo um negócio desses. Infelizmente eu não tenho outra alternativa.
Isso é um absurdo e ninguém faz nada.
 
Último reajuste

O último reajuste na tarifa foi feito em dezembro de 2012 com a previsão de
tarifa para janeiro de 2013. Em junho de 2013 após as manifestações de rua
organizadas pelo Movimento Passe Livre houve a redução de R$ 2,30 para R$ 2,20
após a desoneração dos impostos de PIS e Confis. O valor de R$ 2,20 permaneceu
o mesmo desde então.
A
Prefeitura de João Pessoa divulgou que as empresas de transportes coletivos de
João Pessoa assumiram o compromisso de renovar e ampliar a frota de ônibus
disponível para a população. Até o fim de 2014 serão 50 novos veículos. A
Prefeitura também tem cobrado a ampliação dos investimentos em veículos
adaptados para garantir maior acessibilidade para as pessoas com deficiência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança