Feriado é dia de lembrar sobre os riscos do transporte pirata

Fonte:
ANTT

Foto: JC Barboza

Neste feriado de Corpus Christi, a Agência Nacional
de Transportes Terrestres (ANTT) faz um alerta à população e divulga novamente
a campanha em vídeo“Quem contrata transporte pirata pode
ficar no meio do caminho. Não embarque nessa”. O objetivo é chamar a atenção
dos usuários do transporte de passageiros para os riscos do transporte
clandestino.

Na última segunda-feira (16/06), um carro que
realizava o transporte irregular de passageiros capotou na BR-070, próximo a
Águas Lindas (GO), no Entorno do Distrito Federal. O motorista não tinha
carteira de habilitação. No local do acidente, policiais rodoviários informaram
que o transporte ocorria entre o munícipio goiano e o Plano Piloto, região
central de Brasília. “Infelizmente, o acidente demonstra a atualidade da
mensagem do vídeo, quando alerta que esse tipo de transporte coloca a vida em
risco”, reforça José Altair Benites, superintendente de Fiscalização.
A ANTT combate constantemente o transporte clandestino.
No início de junho, agentes fiscais flagraram um ônibus que realizava viagem
não autorizada entre Águas Lindas (GO) e Taguatinga (DF). Durante a ação, o
condutor do ônibus tentou fugir do local, dirigindo o veículo de forma
perigosa. Os fiscais conseguiram interceptar o ônibus e, ao ser parado, o
motorista abandonou veículo e passageiros.
Além da incerteza sobre a conclusão da viagem, o
trajeto do transporte pirata pode ficar mais longo. Para fugir da fiscalização,
os transportadores clandestinos optam, com frequência, por transitar em vias
alternativas, por onde realizam percursos maiores, em estradas com más
condições de manutenção. Comumente, os transportadores piratas operam sem a
documentação e equipamentos de segurança necessários. Ônibus velho, pneus
carecas, comprometimento mecânico e motorista despreparado são problemas comuns
a esse tipo de transporte.
Importante destacar que, apesar das constantes
ações de fiscalização realizadas pela ANTT para coibir esse tipo de transporte,
para erradicar de vez essa prática ilegal é fundamental que a sociedade,
consciente dos perigos a que está sujeita, não utilize essa forma de
transporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.
Como ficariam os ônibus urbanos da Itapemirim? Relíquias do Museu da Itapemirim O amor pede passagem Busscar El Buss da Auto Viação 1001 Número das vendas e exportações de carrocerias de ônibus – 04/2021 Montagens de modelos com o layout da Nacional e Continental O Apache Vip na frota metropolitana da Grande João Pessoa O Apache Vip na frota municipal de João Pessoa Apache Vip da Util Renovação de frota na Boa Esperança