Série histórica: Caio Amélia na Transnacional

Fonte: Portal Ônibus Paraibanos

Matéria / Texto: Marcos Filho / JC Barboza

Fotos: Acervo Paraíba Bus Team

Lançado em 1980, o Caio Amélia foi uma carroceria
adquirida por todas as empresas privadas de João Pessoa. E a Transnacional não
foi poderia ser diferente, trazendo unidades semi-novas ex-Rio de Janeiro e
veículos herdados de empresas compradas pela TN, principalmente a Nossa Senhora
das Neves, empresa de onde veio a maioria dos Caio Amélia da TN, adquirida por ela
nos anos 80.

Algumas unidades herdadas da São Judas Tadeu e Canaã,
empresas também compradas pela Transnacional, também rodaram por algum tempo
como TN até a padronização total da empresa. Foram comprados junto a carioca
Viação Madureira Candelária, pouco mais de cinco Amélias para substituir parte
da frota sucateada vinda da São Judas Tadeu e Canaã.
O que foi aproveitado mesmo foi quase toda frota da
NSN, vários monoblocos O-364, Incasel Cisne, Torino 83, San Remo I e II,
Gabriela e Amélia e os Gabriela foram praticamente todos despachados quando
veio a padronização, mas isso levou de dois a três anos no geral (desde o
início das atividades da TN só com a Nossa Senhora das Neves até a aquisição da
São Judas Tadeu já com a Canaã dentro).

Nem a própria SJT havia padronizado a maior parte da
frota oriunda da Canaã, estavam todos ainda em péssimo estado como eram na
própria Canaã, com todas as cores mantidas e em muitos até o nome da antiga
empresa. Os demais veículos vindo
dessas empresas, foram substituídos por um grande lote Marcopolo Torino 1983
que tiveram suas frentes e traseiras modificadas para Torino 1989.

Os Caio Amélia oriundo da Nossa Senhora das Neves,
receberam as numerações de 0707 á 0713 e possuíam o modelo de chassi OF-1313 da
Mercedes-Benz. Os carros 0711 e 0713, retratados na matéria, foram alguns dos
veículos herdados pela Transnacional da NSN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.