Credores da Busscar elegem Agenor Daufenbach Júnior como gestor judicial da companhia

Fonte:
A Notícia

Matéria
/ Texto:
Larissa
Guerra /
 Átila Froehlich

Foto: Divulgação



Contando com o apoio dos ex-sócios da Busscar,
de bancos e fornecedores, Agenor Daufenbach Júnior foi eleito na
tarde desta terça-feira, com 87 votos — o
que corresponde a 92,39% dos valores dos créditos habilitados — para o
cargo de gestor judicial da empresa.


Paulo Zimath, diretor da Tecnofibras, ficou em segundo lugar, com 630 votos,
que correspondiam a apenas 7,3% dos créditos habilitados ao voto na assembleia.

Formado em administração e direito, Agenor atua na Gladius Consultoria e Gestão
Empresarial, de Criciúma. Especializado em recuperações judiciais, tem em
seu currículo,principalmente, em casos da região Sul do Estado. Entre eles, as
recuperações judiciais da Coposul, de Içara; da Carbonífera Catarinense, de
Lauro Müller; e das falências da De Lucca Revestimentos Cerâmicos, de Criciúma;
e da Indústria Cerâmica Imbituba.

A partir de agora, o administrador judicial Rainoldo Uessler tem 48 horas para
comunicar o resultado da assembleia à Justiça. Após a comunicação, o gestor
será convocado a assumir o cargo. 

A expectativa agora é pela apresentação do novo plano de recuperação judicial
da companhia, que deve ser apresentado até o dia 20 de junho. Segundo o
advogado da Busscar, Euclides Ribeiro S. Junior, o documento está em fase final
de elaboração.

 — O plano não está pronto porque dependemos da eleição do gestor para
conclui-lo. A partir de agora, vamos nos reunir com o candidato eleito,
apresentar o que temos, ouvir as sugestões dele. Temos dez dias para trabalhar
nisto — afirma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.