Ônibus Paraibanos

Nas rotas do Araguaia

Fonte: Volvo

Foto: Divulgação
 
Quem viaja pelo Vale do
Araguaia – entorno do rio de mesmo nome do sudeste do Mato Grosso até Goiás e
Tocantins – conhece bem a Viação Xavante. Pioneira no transporte de passageiros
na região, a empresa é um dos principais transportadores de passageiros no
Centro- Oeste do Brasil.

A Viação Xavante nasceu em
1969 por iniciativa do pioneiro Laurentino Joaquim de Almeida, o “Loro”, época
em que praticamente não existia asfalto nas estradas da região. Até o final da
década de 1970, os ônibus circulavam basicamente em trechos de atoleiros entre
Barra do Garças (MT) e São Félix do Araguaia (MT). Os veículos já eram importantes
pilares de sustentação do desenvolvimento econômico e social da região quando a
empresa foi adquirida por empresários mineiros de Uberaba, em 1979. Começava a
segunda fase.
Hoje a Viação Xavante roda
pelos estados de Mato Grosso, Goiás, Tocantins e Pará. Liga todo o Vale do
Araguaia aos principais polos da região, como Cuiabá (MT), Goiânia (GO),
Brasília (DF), Palmas (TO) e cidades do sul do Pará.
Com sede em Barra do Garças
(MT), tem 475 colaboradores, frota de mais de 80 ônibus e garagens com oficinas
próprias em Goiânia, Cuiabá, Palmas, Barra do Garças, Canarana, Ribeirão
Cascalheira e Vila Rica. “As condições atuais são bem melhores, com a maior
parte dos trajetos asfaltados, mas ainda temos diversas rotas mistas, com
longos trechos sem asfalto e condições precárias, em especial nas épocas de
chuva”, afirma o diretor José Eduardo Pena.
O transporte rodoviário em
linhas regulares é a principal atividade. Responde por 90% dos negócios,
segundo o gerente administrativo, Elio Vilmar Prestes. Mas a Xavante também
trata com atenção especial o mercado de fretamento e turismo. Para o segmento,
mantém uma frota diversificada que inclui vans que atendem nichos de mercado
como turismo ecológico e as rotas místicas da região Centro-Oeste.
Em 2013, seus ônibus foram
“escalados” pela CBF e transportaram times de futebol das séries B, C e D do
Campeonato Brasileiro para os estados de Mato Grosso e Goiás. A empresa também
está entre os transportadores aptos a atender atletas para a Copa do Mundo. “Em
2013, já fizemos o transporte da Seleção Brasileira, em Goiânia, durante a
preparação para a Copa das Confederações, e teremos participação relevante no
transporte de jogadores e torcedores em Cuiabá durante a Copa”, revela Prestes.
Economia e robustez
Ao decidir diversificar sua
frota, a opção da Viação Xavante foi por Volvo. Em outubro de 2013, as três
primeiras unidades dos novos ônibus Volvo B340R começaram a operar na linha que
liga Barra do Garças a Querência, no Mato Grosso, um trajeto de 900
quilômetros. As outras unidades Volvo B380R irão operar entre Brasília e
Ribeirão Cascalheira, com 1.100 quilômetros. A rota completa é uma das mais
longas linhas da Xavante, com 1.500 quilômetros de Brasília a Vila Rica (MT).
Já o trecho final entre Ribeirão Cascalheira e Vila Rica, de cerca de 400
quilômetros de estradas mistas, é feito por veículos menores.
Ao todo são oito ônibus
Volvo: três B340R 4×2 e cinco B380R 6×2. “Decidimos diversificar a frota para
atender com mais qualidade os passageiros. Escolhemos Volvo porque percebemos a
boa aceitação dos veículos no transporte rodoviário. São ônibus com uma nova
tecnologia embarcada muito boa. Além disso, os produtos Volvo possuem excelente
reputação em relação a confiabilidade, economia e robustez”, resume Elio Vilmar
Prestes, que fez sua primeira aquisição de ônibus da marca.
Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.