Ônibus Paraibanos

ANTT realiza pesquisa de satisfação dos usuários

Fonte: ANTT

Foto: Thiago Martins de Souza

A ANTT está realizando, em
todo o território nacional, uma pesquisa de satisfação dos usuários dos
serviços que regula, como o transporte semiurbano, interestadual e
internacional de passageiros (regular e fretado), transporte ferroviário de
passageiros (regular e turístico), transporte ferroviário de cargas e
exploração de rodovias federais pela iniciativa privada. O objetivo é conhecer
a opinião e expectativas do público a fim de aprimorar o planejamento das ações
regulatórias e fiscalizatórias da Agência. A coleta de dados já está em
andamento e tem conclusão prevista para o dia 30 de junho.

As abordagens ocorrem de
diversas formas. As empresas usuárias do transporte ferroviário de cargas, por
exemplo, recebem questionários eletrônicos por e-mail. Os usuários dos serviços
regulares de transporte de passageiros são abordados nas plataformas de
embarque e desembarque dos terminais rodoviários ou durante a viagem. Já os
passageiros do serviço de transporte fretado recebem um telefonema após a
realização da viagem. E os que trafegam pelas rodovias concedidas podem ser
abordados nos pontos de parada, nos postos de fiscalização, de abastecimento ou
da polícia rodoviária.
Por meio da entrevista, o
usuário qualifica o atendimento das empresas, o conforto nas viagens, a
pontualidade na realização dos serviços, as tarifas, a segurança, entre outros
atributos. O entrevistado pode, também, avaliar a atuação da ANTT.
A pesquisa de satisfação é
um importante instrumento para promover a melhoria da qualidade dos serviços
prestados. Com os resultados, será possível identificar situações que merecem
estudo mais aprofundado para a criação ou revisão de normas. Os dados
permitirão, também, direcionar as ações de fiscalização para os locais ou
empresas que apresentem problemas relatados pelos usuários.
Os estudos estão sendo
realizados pelo Instituto Análise e sua conclusão está prevista para o segundo
semestre deste ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.