Ônibus incendiados na Paraíba desde 2000

Fonte: Portal Ônibus Paraibanos

Matéria / Texto: 
Kristofer Oliveira / Paulo Rafael Viana / JC Barboza

Fotos: Acervo Paraíba Bus Team

Na recém onda de ônibus incendiados, aonde mais de 200 ônibus foram queimados pelo país, a Paraíba é um dos lugares menos “incomodados” com essas ações criminosas.Mas, em agosto
de 2011, uma série de incêndios em ônibus assolou a capital paraibana. Quatro ônibus no
bairro dos Funcionários e nas áreas de expansão do bairro do Valentina, um dos
que mais cresce na capital paraibana. Já em dezembro também de 2011 na garagem de
uma empresa pessoensse três ônibus foram encontrados em chamas. Relembrem numa
retrospectiva completa dos incêndios envolvendo ônibus no estado da Paraíba ou
com empresas de ônibus paraibanas!

Os
procedimentos foram os mesmos… assaltos em forma de arrastão dentro dos
coletivos, e em seguida os marginais expulsaram os usuários e operadores dos
veículos, espalharam gasolina no interior e em seguida veio o incêndio. Os
ônibus e sua contribuição no transporte se foram, mas as marcas psicológicas
com certeza marcou em quem estava presente nesse incidente.

Existem
possibilidades para explicar os incidentes… insatisfação popular com a
empresa operadora; ação comandada por presidiários; ação realizada por uma
facção criminosa para ganhar notoriedade…

A
cidade viu de perto o que vê constantemente pelo televisor nos noticiários do
Sudeste… esse incidente foi totalmente atípico e que vem assombrando os
usuários.
Confiram abaixo
as perdas da Viação São Jorge e Reunidas Transportes em 2011:
São Jorge 0278 – Marcopolo
Viale, Mercedes-Benz OF-1721 de 2004, ex-71540 da Saens Peña/RJ. Chegou na São
Jorge em 2007, no primeiro lote que ela trouxe de Viale oriundos do RJ. Estava
na linha I008 – Nova Mangabeira, na localidade do bairro do Valentina
pelo mesmo nome da linha. Foi incendiado no dia 01/08. 

São Jorge 0217 – Induscar CAIO
Apache Vip I, Mercedes-Benz OF-1418 de 2006, ex-RJ 188.101 da Nossa Senhora da
Penha/RJ. Chegou na São Jorge em 2009. Foi incendiado na noite do dia 02/08
enquanto estava na linha I009 – Boa Esperança, na localidade do
Valentina com o mesmo nome da linha. 

São
Jorge 0294 –
Caio Apache Vip I com Mercedes-Benz
OF-1418/52 com 2006, ex-Matias 25576 do Rio de Janeiro. Incendiado na
noite de 25 de agosto de 2011 na linha 104
Bairro das Indústrias.
São Jorge 0227, 0240 e 0259 – Todos esses três eram Induscar CAIO Apache Vip I,
Mercedes-Benz OF-1722. Todos provenientes de Duque de Caxias/RJ, da empresa
Transportes Santo Antônio. Foram encontrados em chamas na garagem da empresa,
porém a polícia descartou a possibilidade de ter sido incêndio criminoso, e
afirmou que o incêndio tenha sido causado por um curto-circuito ou algum outro
problema natural da parte elétrica. Esse incêndio foi na madrugada do dia 2 de
dezembro de 2011:
Reunidas 0806 –
Marcopolo Torino com Mercedes-Benz OF-1722/59 fabricado em 2008.
Incendiado na madrugada de 26 de agosto de 2011. O 0806 estava no ponto final
da linha 101 Grotão/Cruz das Armas no bairro dos Funcionários II.

Ônibus paraibanos incendiados desde o ano 2000
Ônibus paraibano
sendo incendiado é uma cena rara de se ver. Confira abaixo os principais casos:
 
2000
– Mandacaruense

Prefixo: 0421
Modelo: Busscar Urbanus II OF-1620 (provavelmente) ex RJ 3.124 da Santo
Antônio/RJ
Causa: Curto-circuito
 
2004
– Transnacional

Prefixo: 0728
Modelo: Marcopolo Viale MBB OF-1721 de 2001, equipado com rodobar da Coca-Cola.
Causa: Revolta popular após um atropelamento acidental que ocasionou a morte de
uma criança. O ônibus estava na linha 601 transitando no bairro de Mandacaru.
 
2006
– Boa Viagem

Prefixo: 06300
Modelo: Marcopolo Viale OF-1721 de 2000 com a/c.
Causa: Curto-circuito enquanto trafegava na PB-008 na linha interurbana
5305 – Jacumã
 
2009
– Escolar ou particular

Prefixo: Desconhecido
Modelo: Caio Amélia (provavelmente)
Causa: Manifestação popular no município de Sousa, no sertão paraibano.
 
2009
–  Santa Rita

Prefixo: 50.08
Modelo: Marcopolo Viale VW 17-210 OD de 2002
Causa: Curto-circuito na garagem
 
Prefixo:
50.10
Modelo: Busscar Urbanuss VW 16-210 CO de 2000
Causa: Curto-circuito na garagem. Estava ao lado do 50.08.
2009 – Viação
Bela Vista


Prefixo: 0902
Modelo: Comil Campione 3.45 VW 17-240 OT
Causa: Curto-circuito enquanto estava em Pernambuco fretado para um grupo de
comerciantes.

2010 – Águia
Turismo


Prefixo: 1177
Modelo: Busscar El Buss 340 VW 16-180 CO de 1996

Causa:
Incendiado em Natal/RN por torcedores do Alecrim enquanto esta equipe
enfrentava o time do Campinense pela Série C do Campeonato Brasileiro. O ônibus
estava fretado para os torcedores do time de Campina Grande.

2011 – Reunidas

Prefixo: 0840
Modelo: Marcopolo Viale Mercedes-Benz OF-1722M
Causa: Vazamento de combustível quando o mesmo passava pela Avenida Beira Rio. Os bombeiros chegaram a tempo e evitaram a destruição total do veículo.


2012 – Transpassos



Prefixo: 1610
Modelo: Busscar Micruss Agrale MA 8.5
Causa:  O ônibus estava na linha Belém X Caiçaras e em um trecho na PB 105, o motorista percebeu as chamas vindo do motor do veículo. O veículo ficou totalmente destruído e ninguém ficou ferido.

2012 – Escolar Desterro

Prefixo: Escolar
Modelo: Nielson Diplomata Mercedes-Benz
Causa: Foi incendiado criminosamente quando se encontrava estacionado no pátio de um posto de gasolina.

2012 – Sousa

Prefixo: Não identificado
Modelo: Caio Gabriela
Causa: Crianças brincando com fogo próximo ao pátio da secretaria de infraestrutura local. O veículo já estava sucateado.

2013 – Escolar Esperança

Prefixo: Escolar
Modelo: Não identificado
Causa: Veículo pegou fogo misteriosamente quando se encontrava na garagem do matadouro público da cidade.

2013 – Escolar Brejo do Cruz

Prefixo: Escolar
Modelo: Caio Vitória Mercedes-Benz / Monobloco Mercedes-Benz
Causa: Incendiado junto com um caminhão. Suspeita de incêndio criminoso.

2014 – Expresso Guanabara

Prefixo: Não identificado
Modelo: Marcopolo Paradiso G7 1200 Mercedes-Benz O-500RS
Causa: O fogo destruiu o veículo totalmente e danificou um
outro ônibus da empresa Henritur que estava estacionado ao lado e também o teto da rodoviária de Catolé do Rocha, sertão paraibano. A principal
tese é que o incêndio tenha sido criminoso. Segundo a Polícia Civil de Catolé
do Rocha,  ele pode ter sido uma retaliação contra a administração do
terminal que está tentando inibir a ação de vândalos no local. Essas pessoas,
ainda conforme a polícia, são moradores de uma comunidade que fica nas
proximidades da rodoviária.

2014 – Águia Turismo

Prefixo: 11488
Modelo: Marcopolo Torino 1999 Mercedes-Benz OF-1722M
Causa: Desconhecidos atearam fogo no ônibus em São José de Piranhas, no Alto Sertão da Paraíba. O
veículo transporta trabalhadores para as obras da
transposição do Rio São Francisco na região de Boa Vista e Mauriti, no vizinho
estado do Ceará. Policiais militares que faziam a segurança da
Micaranhas, carnaval fora de época da cidade, passavam ao lado do hospital
quando perceberam as chamas e a fumaça no ônibus. Imediatamente eles acionaram
uma equipe do Corpo de Bombeiros que se encontravam nas proximidades, que
controlaram o incêndio criminoso.

One Reply to “Ônibus incendiados na Paraíba desde 2000”

  1. Uma excelente reportagem e retrospectiva dos apaixonados por transportes coletivos do Estado da Paraíba que fizeram um levantamento completo dos incêndios verificados pela Paraíba desde o distante ano 2000.
    Compartilho esta completa reportagem para que eu possa incentivar outros grupos de busólogos nos outros Estados brasileiros a fazer uma reportagem sobre os ônibus criminosamente incendiados em seus respectivos Estados. E então ? Alguém aceita o desafio de elaborar uma reportagem sobre o que ocorreu no seu Estado desde janeiro de 2000 ?

    Aproveito mais uma vez para parabenizar a competente equipe do grupo portal de ônibus paraibanos e pelo esforço e dedicação de cada busólogo do Estado da Paraíba em coletar estas informações em suas cidades e elaborar este trabalho que merece ser enviado às faculdades do Estado da Paraíba, as autoridades políticas: prefeitos e governador e principalmente ao Governo Federal.

    Existe um projeto na câmara de deputados que tipifica como ato terrorista incêndios à ônibus, carros etc… porém ATÉ HOJE não foi votado pelo congresso nacional e está na fila de espera como muitos assuntos importantes para a solução de problemas do país. Quem sabe a divulgação dessa matéria e o envio dela à cada um dos 513 deputados federais possa acelerar esta votação que está travada.

    Apenas como curiosidade: o código nacional de trânsito aprovado em 1998 levou quase 10 anos para ser votado e com tantas alterações saiu a porcaria que ficou com motoristas bêbados matando no trânsito e voltando a reassumir o volante para matar mais pessoas inocentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Este conteúdo é protegido.