Ônibus Paraibanos

Passes de idosos e estudantes aumentam uso da Biometria Facial nos ônibus

Fonte: Transdata Smart
Fotos: Divulgação


A ampliação das gratuidades
no transporte público para passageiros maiores de 60 anos e estudantes aumenta
também o risco de utilização de cartões eletrônicos por quem não tem esse
direito. As fraudes prejudicam os demais usuários do sistema, uma vez que o
custo com não pagantes é repassado para a tarifa. Portanto, quanto maior o
gasto com subsídios desnecessários, mais cara a passagem dos ônibus.

Para combater este tipo de
evasão de receitas, a Transdata Smart desenvolveu o sistema de Biometria
Facial, que está sendo implantado inclusive em cidades de pequeno porte, como a
estância de Águas de Lindóia, no interior de São Paulo, a mais recente a
adquirir a tecnologia.
A tecnologia de Biometria
Facial conta com câmeras instaladas junto ao validador eletrônico do ônibus.
Assim que o usuário passa o cartão de idoso ou estudante pela catraca, ele é
fotografado. Esta imagem é enviada, por rede sem fio, para os servidores de
dados da empresa operadora do transporte e comparada com a foto cadastrada do
titular do benefício. Se houver divergência, o uso do cartão é bloqueado na
próxima viagem, até que o beneficiário regularize a situação.
O sistema de Biometria
Facial já funciona nos ônibus de Cascavel (PR) e Barra do Garça (MT) e está
sendo implantado nas cidades de Caruaru (PE), Piracicaba (SP), Alegrete e
Cachoeira do Sul, ambas no Rio Grande do Sul.
Outras tecnologias
A Transdata Smart também vem
implantando outras tecnologias de ponta em cidades de todos os portes. No caso
de Águas de Lindóia, a empresa Expresso Fênix adquiriu um dos pacotes mais
completos de soluções. Além da Biometria Facial, os ônibus da cidade contarão
ainda com os sistemas de Bilhetagem Eletrônica TDMAX, Circuito Fechado de TV
(CFTV) e Monitoramento e Gestão de Frota.
A bilhetagem eletrônica
reduz a circulação de dinheiro a bordo, aumentando a segurança, além de tornar
mais ágil o embarque de usuários. E o CFTV, que usa de uma a quatro câmeras de
vídeo a bordo de cada ônibus, também inibe assaltos, vandalismo e abusos contra
passageiros, assim como permite avaliar o comportamento dos motoristas e
cobradores.
Já com o Sistema de
Monitoramento e Gestão de Frota, por meio de GPS, a empresa pode acompanhar à
distância e em tempo real a localização e operação dos veículos. É possível
verificar os casos de violações do itinerário, controlar a pontualidade das
viagens, as paradas efetuadas e a quilometragem ociosa de cada ônibus. Com
isso, o Centro de Operações da empresa pode gerenciar as rotas e planejar
melhorias para o negócio e para população.
Esta solução emite
relatórios que monitoram por telemetria todas as solicitações de paradas, casos
de chave de ignição ligada e acionamento de botão de pânico, uso do câmbio em
ponto morto e a faixa RPM, que indica se a rotação do motor está dentro ou
acima do ideal. Com todos esses controles, é possível acompanhar os indicadores
de segurança e reduzir gastos com consumo de combustível e manutenção da frota.
O sistema de Monitoramento e
Gestão de Frota também será implantado nos ônibus da empresa da LP Transportes,
que opera em Pato Branco, no Paraná.
Mais cidades
Outros municípios que
adquiriram recentemente tecnologias da Transdata são Taubaté (SP), Luis Eduardo
Magalhães (BA) e Teutônia (RS).
Em Taubaté, os ônibus da
Expresso Redenção contarão com o sistema de tarifa seccionada TDMAX SECC, que
calcula o valor da passagem da viagem conforme o trecho percorrido pelo
usuário.
Na gaúcha Teutônia, a
empresa Statdbus adquiriu o sistema de bilhetagem eletrônica TDMAX integrado à
tecnologia de Biometria Digital, que identifica o passageiro com um simples
toque do dedo no validador eletrônico. É uma outra forma de evitar fraudes com
cartões de idosos e estudantes. 

O sistema TDMAX também será
adotado nos ônibus da cidade baiana de Luis Eduardo Magalhães, operados pela
mesma Statdbus, que conta ainda com soluções da Transdata em seus ônibus de
Campo Bom, Santa Cruz do Sul e Rosário do Sul, estas no Rio Grande do
Sul.
Compartilhe esta matéria
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.